Domingo Rural evidencia cultivo, mercado e valor nutricional do espinafre

A crescente utilização do espinafre na alimentação humana em centros consumidores como Campina Grande e conseqüente aumento na utilização da cultura nos campos agroecológicos produtivos de municípios do Brejo e o processo de venda direta ao consumidor style=mso-spacerun: yes>  além de reportar-se para a capacidade nutricional desse produto foi um dos temas evidenciados no Programa Domingo Rural deste domingo(31/10) da Rádio Serrana de Araruna AM 590 kHz em conexão com a Rádio Cultura de São José do Egito AM 1.320 kHz e Rádio Independente FM de Serra Branca 107, MHZ.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Do ponto de vista da produção o espinafre é uma hortaliça que se desenvolve melhor em temperaturas médias e amenas, entre 15 e 21 ºC observando que em locais com temperaturas um pouco mais altas, dependendo da variedade, o ambiente pode ficar mais favorável ao florescimento.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Trata-se de uma cultura já bem utilizada por consumidores do mundo inteiro e, em cidades como Campina Grande, tem sido produto amplamente procurado nas feiras, especialmente produtos que venham de famílias que trabalhem no sistema de produção agroecológica.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Tem nome científico Spinacia oleracea, possui flores masculinas e femininas que, desta forma, são responsáveis pelo desenvolvimento e proliferação do vegetal, caule curto e as folhas crescem ao seu redor.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Domingo Rural falou sobre a forma de uso do produto, mostrando ser consumida, em geral cozida, mas tem sido muito utilizada em forma de sucos por conter muitas vitaminas, principalmente a C e por ser rica em calorias em cada 100g. “A região de Lagoa Seca desenvolve muito bem o plantio do espinafre, a cultura do espinafre, inclusive desenvolve de forma orgânica onde muitos e bons agricultores estão trabalhando style=mso-spacerun: yes>  sem uso dos venenos, sem o uso dos produtos pesados, dos produtos químicos que é a agroecologia”, explica o jornalista produtor e apresentador do Domingo Rural, Antônio Tavares, mostrando que na Paraíba já está se compreendendo como trabalhar e consumir os bons produtos da agricultura limpa.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Domingo Rural falou sobre os solos mais indicados para esta cultura evidenciando que são os areno-argilosos, férteis, e que recebam os cuidados conservação associados ao uso de produtos naturais que equilibram a qualidade desses solos e o resultado será apresentado na qualidade positiva na produção.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Mostrou que a propagação inicial da planta é feita em sementeiras, para a produção de mudas com uso de 3 a 4g de sementes por metro quadrado de sementeira e que quando as mudas apresentarem de 4 a 5 folhas, devem ser transplantadas para o local definitivo dentre outras dicas importantes para os ouvintes 590 em conexão.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Falou sobre a colheita do espinafre, justificando que a colheita acontece em cerca de 40 a 60 dias após a semeadura, quando esta é feita diretamente no local definitivo, lembrando que em geral, após este período, as folhas estão com cerca de 25 a 32cm de comprimento, apresentam uma forte coloração verde-escura e que trata-se de uma planta relativamente resistente a pragas e doenças dentre outras informações.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top