Domingo Rural evidencia experiências do “Uma Terra e Duas Águas” no município de Queimadas

A importância do Programa Uma Terra e Duas Águas no município de Queimadas volta a ser tema no Programa Domingo Rural, evidenciando experiências que estão sendo pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Queimadas através da Unidade Gestora AS-PTA e Pólo Sindical e das Entidades da Borborema.

Entrevistando os agricultores familiares, José de Assis Tavares da Silva,e José Joilton da Silva(foto esquerda), Joca, residentes na comunidade Sítio Catolé de Queimadas e trabalham experiências integradas em suas unidades produtivas naquela comunidade.

Falando aos ouvintes do Programa Domingo Rural deste domingo(25/04), o agricultor José Joilton da Silva, Joca, evidenciou os trabalhos que vêm sendo desenvolvidos pelo Sindicato em parceria com as entidades, práticas que pouco a pouco, estão mudando o panorama e qualidade de vida das famílias contempladas naquela comunidade. “É uma riqueza para o nosso local, porque antes não tínhamos nada disso” argumenta o agricultor ao falar com os ouvintes e falar sobre a forma como será trabalhado as tecnologias da água. Ele garante que com o cisternão as condições de produção serão ampliadas já que com as águas das invernadas e com a estiagem será feito um trabalho de produção com a reserva hídrica do cisternão que proporcionará produções controladas em toda a época do ano e garante que estará participando de forma mais efetiva com as entidades no sentido de fortalecer as ações de governo junto a agricultura familiar.

José de Assis Tavares da Silva(foto direita), é jovem agricultor, foi contemplado com as ações e garante que a esperança é de melhorar a capacidade de produção já que com a reserva dos recursos hídricos, muitas ações produtivas podem ser implantadas na unidade produtiva e garante que com os novos implementos será possível aumentar a produção que chegará no mercado queimadense. “Imagino uma propriedade bonita cheia de acerola, cheia de fruteiras e assim vamos ajeitar uma feira agroecológica em Queimadas para levar o produto da gente pra vender lá”, relata o agricultor dizendo que a propriedade estará aberta para que outros agricultores possam aprender a fazer em suas unidades produtivas assim como ele aprendeu em intercâmbios promovidos pelas entidades de agricultores.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top