Embrapa apresenta proposta de Integração Lavoura-Pecuária ao BNB

O diretor-executivo José Geraldo Eugênio de França e os chefes gerais de cinco Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), reúnem-se na próxima sexta-feira, 31 de agosto, às 10 horas, com a diretoria do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), no centro administrativo do banco, em Fortaleza. Segundo a assessora de comunicação da Embrapa Agroindústria Tropical, Teresa Cristina da Silva Ferreira Barroso, o assunto em pauta é a implantação do sistema de Integração Lavoura-Pecuária (ILP) na Região Nordeste. “O objetivo da Embrapa, segundo o chefe-geral da Embrapa Agroindústria Tropical (Fortaleza/CE), Lucas Leite, é reproduzir no Nordeste a mesma experiência bem-sucedida da ILP nas Regiões Sudeste e Centro-Oeste do país. Duas Unidades da empresa estarão à frente do projeto: a Embrapa Meio-Norte (Teresina/PI) e a Embrapa Semi-Árido (Petrolina/PE)”, justifica Barroso.Ela adiantou que a Integração Lavoura-Pecuária baseia-se em um melhor aproveitamento do solo, por meio da separação de parte do espaço destinado à criação do gado para o plantio de grãos, acrescentando que um estudo realizado na área experimental da Embrapa Cerrados (Planaltina /DF) revelou que esse tipo de sistema contribui para aumentar a porosidade do solo e o armazenamento de água.A mesma pesquisa, esclarece Barroso, afirma ainda que “sistemas de ILP, baseados no plantio direto e na rotação de pastagens leguminosas, são mais sustentáveis por apresentarem melhores condições biológicas, com maior densidade e biodiversidade, favorecendo a colonização pela microfauna do solo”.Ao contatar com Stúdio Rural, a jornalista informou que além do diretor-executivo Geraldo Eugênio, estarão presentes na reunião os chefes gerais da Embrapa Agroindústria Tropical, Embrapa Caprinos (Sobral/CE), Embrapa Meio-Norte, Embrapa Semi-Árido e Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju/SE).Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top