Entidades discutem criação do Fórum de Desenvolvimento do Curimataú

Entidades do Curimataú paraibano realizaram o I Seminário de Desenvolvimento Territorial da microrregião, em evento que aconteceu no último dia 14(sábado) na cidade de Barra de Santa Rosa, tendo como local o Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

Do evento participaram representações de entidades locais, Embrapa Transferência de Tecnologias, Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário paraibana, Fórum de Desenvolvimento do Território do Cariri paraibano dentre outras e teve como objetivo a criação do Fórum de Desenvolvimento Territorial do Curimataú paraibano tendo como tema “Curimataú a Caminho da Sustentabilidade da Agricultura Familiar” dentre outros temas relacionados com as potencialidades e desafios da região.

Para a técnica articuladora do Fórum de Desenvolvimento do Território do Cariri, Maria José Jovem de Freitas, o evento foi de importância fundamental para o desenvolvimento da microrregião do Curimataú paraibano já que a sociedade passará a gerir as políticas públicas voltadas a economia e a cultura da região “Foi um espaço muito bom, agora o que falta é maior participação das representações municipais(prefeitos e prefeitas) que não estavam presentes, mas essa realidade não é apenas lá no Curimataú, mas em todos os territórios que vivem a mesma realidade”, argumentou Jovem chamando a atenção das entidades e da população para cobrarem mais participação do prefeito ou prefeita de cada município nas discussões que democratizem as políticas de cada microrregião.

Para o delegado do desenvolvimento agrário no estado da Paraíba, Marenilson Batista da Silva, palestrante sobre as políticas públicas da Agricultura Familiar, o evento representa a oportunidade da democratização do gerenciamento dos recursos públicos e ações políticas no município fazendo com que cada munícipe possa exercer plena cidadania.

Na opinião do gerente de negócios da Embrapa Transferência de Tecnologias, Escritório de Campina Grande, Heleno Alves de Freitas, com a criação do Fórum de Desenvolvimento do Curimataú a Embrapa poderá disponibilizar com mais vigor os resultados de seus serviços e pesquisas, promovendo melhor qualidade de vida e gerando emprego e renda para a comunidade daqueles municípios, citando como exemplo a cultura do Sisal que já vem sendo feito um trabalho e que terá intensificação a partir do processo participativo da sociedade. Ele informou que no evento foi criada uma comissão, responsável pela realização de novo encontro e que já saiu um ofício solicitando à Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário no estado a intervenção junto ao MDA e SDT para a criação do Fórum do Curimataú.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top