Entidades discutem projeto para construção de cisternas calçadão e ações integradas

Entidades de agricultores dos municípios de Ingá, Aroeiras, Alcantil e Boqueirão vinculadas a ONG Patac estiveram reunidas durante esta sexta-feira(20/03), em Campina Grande, para discutir as ações para execução do Projeto P1+2, Uma Terra e Duas Águas, que visa a construção de Cisternas Calçadão com capacidade para acumular 52 mil litros de água, barragens subterrâneas e construção de tanques de pedras continuando o processo de estruturação de pequenas propriedades no semiárido paraibano.

Durante a reunião que contou com a participação de representações do CASACO, Coletivo da Agricultura Familiar do Cariri Oriental; do FOLIA, Fórum de Lideranças do Agreste e da ONG PATAC foi trabalhado o planejamento das ações que serão desenvolvidas durante o ano de 2009 e, segundo o representante do PATAC, Antônio Carlos Pires de Melo, Tonico, o objetivo a capacitação das comissões municipais para a gestão do Programa Uma Terra e Duas Águas que já está entrando em sua fase definitiva aqui na Paraíba onde já se passou pela fase demonstrativa e agora entra para a fase que envolve as áreas de trabalho do Casaco, do Folia e do Coletivo que contempla os municípios de Ingá, Aroeiras, Alcantil, Boqueirão, Pedra Lavrada, São Vicente do Seridó, Juazeirinho e Santo André, no Cariri e Agreste. “Esse Programa tem como grande objetivo garantir que todas as famílias da região semiárida tenham uma terra pra trabalhar e viver de forma sustentável com duas águas”, explica Tonico, acrescentando que a primeira água já foi ofertada através do Programa Um Milhão de Cisternas e agora com o Programa Uma Terra e Duas Águas(P1+2) garante a água para a produção de alimentos.

O trabalho de mobilização e construção da estrutura hídrica se dar a partir de cadastramento das famílias, visitas de intercâmbios dentre outras ações mobilizadoras que irradiem as experiências com manejo das águas e produção de alimentos. Numa segunda etapa, informa Tonico, as equipes irão trabalhar com a construção das barragens subterrâneas, com a construção dos cisternões capacitados para o acúmulo de 52 mil litros de água destinados ao suporte produtivo de alimentos e criações animais, aquisição de bombas populares destinadas a retirada da água de reservatórios hídricos já existentes e reforma de tanques de pedra, representando quatro inovações que contemplam as ações já em andamento nestas microrregiões semiáridas.

Ao contatar com as emissoras parceiras de Stúdio Rural Tonico explicou que serão 325 famílias atendidas na Paraíba através das Unidades Gestoras em parceria com o PATAC com ações divididas em cisternas calçadão(cisternões), barragens subterrâneas, tanques de pedras e bombas populares, projeto financiado pelo Ministério de Desenvolvimento Social(MDS), Cooperação Internacional dentre outras com contrapartida das famílias beneficiadas que entram com a perfuração do local da construção da obra, disponibilizar-se nas capacitações dentre outras ações que facilitem o uso consciente dos recursos hídricos. “Temos o processo de mobilização, encontros comunitários com as famílias em torno das ações dos potenciais locais, tem o processo de formação para a gestão da água para a produção, as capacitações dos pedreiros para a construção e implementação das cisternas calçadão e barragens subterrâneas, a construção, a capacitação para o manejo dessas implementações, então é todo um processo de formação que garanta um bom uso de forma agroecológica na produção”, garante Tonico.

Ele informou que no próximo dia 25 será a vez da reunião na cidade de Soledade, tendo como local o Salão Paroquial, a partir das 08 horas da manhã, reunião que contará com as representações e agricultores experimentadores das cidades de Pedra Lavrada, Juazeirinho, Santo André e São Vicente do Seridó através do Coletivo de Educação Solidária do Cariri, Seridó e Curimataú.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top