Entidades do Fórum da Borborema realizam eventos com ampla agenda de atividades

As entidades do Fórum de Desenvolvimento Territorial Rural Sustentável da Borborema, realizaram na última quinta-feira(23/09), eventos de atividades importantes para dar visibilidade as ações trabalhadas através das discussões e políticas desenvolvidas naquele território além de averiguar possíveis entraves na busca de alternativas viáveis a partir de ordem de prioridades de recursos ministeriais que vêm para serem aplicados em ações para o desenvolvimento regional.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Pela manhã aconteceu uma ampla reunião que contou com a participação de representações de secretarias municipais de prefeituras diversas da região, sindicatos de trabalhadores rurais, associações de agricultores, técnicos extensionistas, Banco do Nordeste, Conab, dentre outras que discutiram temas importantes junto ao secretário nacional do desenvolvimento territorial do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Humberto Oliveira.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Componentes da coordenação daquele território fizeram uma exposição dos trabalhos desenvolvidos pelas entidades diversas apresentando ações com bancos de sementes, criação animal, suporte forrageiro, produção agrícola agroecológica e feiras agroecológicas em cidades diversas daquela regional.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Ao ser entrevistado por Domingo Rural, o secretário do desenvolvimento territorial do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Humberto Oliveira, explicou está fazendo uma rodada de visitações em vários territórios rurais de todo o país para avaliar como se comportou a política desenvolvimento dos diferentes territórios brasileiros. Visitei vários estados e vim aqui no Território da Borborema porque esse é sempre um território muito citado como uma das boas experiências do programa de desenvolvimento territorial e nós precisamos ouvir aqui as pessoas que fazem o colegiado, o fórum do desenvolvimento do território rural da Borborema e fiquei muito feliz de ver boas experiências aqui que a gente já consolidou, também algumas pendências que a gente tem que resolver, enfim é sempre uma oportunidade de aprendizado e também da gente conversar um pouco sobre as possibilidades de melhorar ainda mais essa política para a próxima gestão”, explicou o secretário Humberto ao dialogar com os ouvintes da Rádio Serrana de Araruna, Rádio Cultura de São José do Egito e Rádio Independente do Cariri através do Programa Domingo Rural.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Oliveira disse que é preciso melhorar a participação dos prefeitos e órgãos das prefeituras nos fóruns de desenvolvimento rural e que tem sido luta desenvolvidas pelo Governo Federal para atrair mais as prefeituras para os programas de maior convivências da sociedade civil para que sejam negociados e viabilizados os projetos com mais rapidez. “Nós precisamos muito da gestão municipal, dos gestores municipais, não só dos prefeitos, mas do secretariado para que a gente consiga realizar as coisas e num território como esse em que a gente tem uma boa participação da sociedade civil, várias organizações aqui são referências nacionais como a AS-PTA, a Arribaçã e outras entidades que têm contribuído, incluindo a própria Embrapa, as universidade aqui têm tido uma contribuição boa nos projetos dos territórios, então é importante que a gente consiga trazer as prefeituras pra esse ambiente de discussão e de implantação dos projetos”, relata o secretário que visitou com todos os componentes territoriais diversas visitas com produção agroecológica em unidades produtivas de assentamentos rurais do município de Remígio e o sistema de produção do algodão agroecológico no município de Arara.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top