Excedente da cana de açúcar vai incrementar produção de etanol em PE

Pernambuco está em 5º lugar na produção de cana de açúcar, com 400 hectares dos sete milhões de hectares que o País reúne. Desse total, 65% do na produção do açúcar e 35% do etanol, que apresenta crescimento de consumo de 12% ao ano contra 3% do açúcar.

A informação é da assessora de comunicação do governo pernambucano, Kátia Pinto, justificando que a produção de etanol naquele Estado vem crescendo em função do aumento de excedente da produção de cana de açúcar e que além dos investimentos em pesquisas, novas tecnologias e variedades, que vem aumentando a produtividade nas áreas de plantio já existentes, a expectativa é de que a produção de cana de açúcar tenha incremento de 10 milhões de toneladas com a implantação do Canal do Sertão.

Ao contatar com Stúdio Rural, Pinto informou que o setor gera 120 mil empregos e responde por faturamento estimado em R$ 2 bilhões por ano e que o Estado está em 5º lugar na produção de cana de açúcar, com 400 hectares dos sete milhões de hectares que o País reúne. “Desse total, 65% do na produção do açúcar e 35% do etanol, que apresenta crescimento de consumo de 12% ao ano contra 3% do açúcar”, relata aquela assessora.

Ela lembrou que a viabilidade da produção de etanol é tema do 13º Seminário Regional sobre Cana-de- açúcar e o I Fórum Latinoamericano sobre Bicombustíveis, com ênfase no etanol, evento que está acontecendo simultaneamente a I ForInd e Mostra Fenasucro Nordeste, no Centro de Convenções, da terça-feira (14) até a quinta-feira (16). “O 13º Seminário Regional sobre Cana-de-açucar e o I Fórum Latinoamericano sobre Bicombustíveis são promovidos pela Sociedade dos Técnicos Açucareiros e Alcooleiros do Brasil – STAB Regional Setentrional, Multiplus Eventos e a Associação dos Técnicos Açucareiros da América Latina e do Caribe-ATALAC, com apoio do Sindaçucar (Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool no Estado de Pernambuco, UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco), da ÚNICA, do CEISE-BR e Banco do Nordeste”, explica Kátia Pinto e disse ser evento de ampla programação.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top