Federação anuncia encontro com governo na busca de alternativas para pecuária paraibana

A Paraíba está enfrentando diversos entraves no seu meio rural em consequência da forte seca que vem assolando o território paraibano causando consequências na pecuária estadual o que vem fazendo as representações buscarem alternativas junto as instâncias governamentais para salvar o rebanho durante esta temporada.

O tema foi trabalhado no Domingo Rural desta semana evidenciando que durante o IV Seminário da Cadeia Produtiva do Leite e Cooperativismo realizado no último final de semana, na cidade de Itabaiana, o presidente da Faepa, Mário Borba, falou sobre a realidade que a pecuária vem enfrentando em toda a Paraíba que vem chamando a atenção das entidades parceiras em buscar alternativas junto aos governos e anunciou reunião agendada com a SEDAP, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, objetivando conquistar políticas subsidiadas para o abastecimento de alimentos volumosos para o rebanho pecuário nas bacias leiteiras em regiões do Estado da Paraíba. “Ainda ontem estivemos na Secretaria da Agricultura com o secretário estuando possibilidades, e desde já quero convidar você pra quinta-feira estar na Secretaria, às nove horas, pra ver a questão de fornecer bagaço da cana para algumas regiões porque muita gente tem palmas, mas não tem sequer um volumoso pra dar, é difícil também porque as usinas estão parando um mês antes, a demanda pelo bagaço está muito grande, eles têm que deixar bagaço para a próxima safra, mas mesmo assim vamos ver no Pernambuco, vamos ver no Rio Grande do Norte a possibilidade de trazer um pouco de bagaço pra atender essa necessidade”, explica Borba.

Ele falou sobre uma recente reunião acontecida em Brasília, na Comissão de Agricultura, no Congresso, em que a Paraíba levantou proposta através de minuta de requerimento com o objetivo da realização de audiência pública sobre a realidade enfrentada na região com produtores sendo executados em seus débitos financeiros, produtores sobrevivendo seus rebanhos em consequência da falta de alimentos para o rebanho. “E dentro dessa audiência pública, um outro pensamento nosso é que suspendam as execuções de imediato”, explica Barba detalhando processo de leilões de propriedades rurais em municípios e regiões paraibanas.

Fonte Stúdio Rural /  Programa Domingo Rural /

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top