Incra-PB anuncia abertura de mais uma feira agroecológica de assentados em Pedras de Fogo

A população de Pedras de Fogo, a 54 quilômetros de João Pessoa, ganhou, na manhã da última segunda-feira (31), um espaço para comercialização de alimentos produzidos sem utilização de agrotóxicos.

A informação é da assessora de comunicação do Incra-PB, Kalyandra Vaz, explicando tratar-se da Feira Agroecológica da Reforma Agrária dos Assentamentos da Zona da Mata Sul, que funcionará em caráter permanente, reúne a produção de agricultores de quatro assentamentos Itabatinga, Campo Verde e Nova Aurora, em Pedras de Fogo, e Capim de Cheiro, no município de Caaporã. “No primeiro dia da feira, os assentados encheram as 10 barracas padronizadas adquiridas com recursos do Programa de Assistência Técnica, Social e Ambiental da Reforma Agrária (Ates) com cerca de uma tonelada de produtos diversificados, como alface, coentro, couve, pimentão, feijão verde, milho, quiabo, maxixe, macaxeira e frutas variadas. Uma das barracas foi destinada à venda de lanches e peças de artesanato”, comemorou aquela assessora citando como exemplo do agricultor o agricultor Raimundo Miguel da Silva, 48 anos, do Assentamento Campo Verde que comemorou o novo empreendimento como nova alternativa já que a produção da sua família é comercializada apenas em feiras agroecológicas, mas que pretende ampliar as lavouras para fornecer alimentos ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da Conab e ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). “Segundo ele, que dividia a banca com Jorge Luiz dos Santos, 56 anos, também do Assentamento Campo Verde, as feiras oferecem mais do que lucro às famílias assentadas”, explica ao dialogar com Stúdio Rural.

Vaz explicou que a feira, que acontecerá todas as segundas-feiras, a partir das 6h, em frente à agência do Banco do Brasil de Pedras de Fogo, em espaço disponibilizado pela prefeitura local, está sendo promovida pela Ates do Incra/PB por meio da Consultoria e Planejamento de Projetos Agropecuários (Consplan), que presta assistência técnica aos assentamentos da região, do Instituto de Assessoria à Cidadania e ao Desenvolvimento Local Sustentável (IDS), que atua como articulador entre as equipes técnicas e o Incra/PB.

Além do local a Prefeitura de Pedras de Fogo disponibilizou transporte para feirantes e mercadorias, local para o armazenamento das barracas e divulgação através de carro de som e em uma emissora de rádio, explica aquela assessora relatando que em todo o estado já são cerca de 40 feiras agroecológicas realizadas por assentados da reforma agrária.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural
Foto style=mso-spacerun: yes>  : Kalyandra Vaz.

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top