Instituições se unem para expandir Pós-Graduação no Semi-Árido paraibano

Representações do Instituto Nacional do Semi-Árido (INSA) e Universidade Estadual da Paraíba(UEPB), participaram de um encontro na última quinta-feira(07) para falar sobre a realização de um convênio técnico-científico, para o estabelecimento de parcerias em várias áreas dentre as quais a expansão da Pós-Graduação no Semi-Árido paraibano.

Segundo a assessora do INSA, Aline Guedes, a reitora da instituição de ensino, pesquisa e extensão, professora Marlene Alves, falou do projeto e das ações da UEPB e classificou a reunião como “extremamente proveitosa, importantíssima e, além de tudo, agradável”, enquanto o diretor do INSA, Roberto Germano Costa, ao dialogar com a reitora e as autoridades presentes, explicou que o instituto prepõe a construção de parcerias, entre as instituições por entender ser de fundamental importância o papel a ser exercido pelas entidades, momento em que sugeriu à reitora a elaboração de uma agenda conjunta, apontando formas de apoio à interiorização da Universidade. “A idéia é apoiar a criação de um programa de pós-graduação Latu Sensu na área de Saúde da Família, Mestrados Profissionalizantes em Desenvolvimento Rural Sustentável e novos cursos na região do Curimataú paraibano, contemplando 17 municípios”, explica a assessora ao dialogar com Stúdio Rural.

A assessora informou que a idéia é apoiar a criação de um programa de pós-graduação Latu Sensu na área de Saúde da Família, Mestrados Profissionalizantes em Desenvolvimento Rural Sustentável e novos cursos na região do Curimataú paraibano, contemplando 17 municípios.

Aline justificou ainda que participaram do encontro a reitora da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Marlene Alves, o diretor do INSA, Roberto Germano, diretor adjunto do INSA, Albericio Andrade, e a pró-reitora de Pós-Graduação, Marcionília Fernandes.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top