Leilão de gado da operação “Boi Pirata” termina sem interessados

O leilão de gado apreendido em Altamira, no Pará, realizado nesta segunda-feira (14) terminou sem nenhum lance.

Segundo a assessoria da Conab, foram ofertadas 3.500 cabeças da raça nelore, divididas em quatro lotes, acrescentando que o preço de abertura de todos os lotes somados foi de R$ 3,9 milhões e que, diante dos resultados, o Ibama, Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e Conab vão se reunir ainda nesta segunda-feira(14), para decidirem sobre uma nova rodada de comercialização.

Ao contatar com Stúdio Rural, aquela assessoria informou que após a apreensão realizada pelo Ibama, na operação nomeada de “Boi Pirata”, o gado foi doado ao MDS, para que o recurso com a venda fosse destinado ao Fome Zero. “A Conab foi responsável pela operacionalização do leilão eletrônico” esclarece.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top