Medida Bolsonaro é tema em sindicato sertanejo por provocar perdas ao rural paraibano

Agricultores e agricultoras familiares do município de São José de Piranhas, no Sertão paraibano, em parceria com representações sindicais de municípios da região participaram de uma assembleia promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais daquele município priorizando a medida provisório do Governo Federal que penaliza a categoria a partir de cortes significativos em direitos importantes anteriormente adquiridos.

O evento aconteceu no último dia 25 de fevereiro, contou com o especialista em direito previdenciário, advogado Fagner Falcão, que palestrou sobre como ficará a realidade para a mulher e homem camponeses a partir de uma aprovação por parte dos parlamentares em Brasília.

Participando do Programa Domingo Rural e Programa Esperança no Campo do último final de semana, o presidente daquele sindicato, Damião Gomes da Silva, falou sobre a preocupação por parte de agricultores, agricultoras e as entidades representativas diante das propostas do presidente Bolsonaro, garantiu que a luta vai continuar por parte dos sindicatos, federações dos agricultores e a Fetag em parceria com a diversidade de parceiras do campo e da cidade. “Nós estamos na luta pra defender o direito dos trabalhadores e nessa luta de mobilização até porque a gente, enquanto dirigente sindical, tem que enfrentar essa luta porque tudo que o trabalhador tem hoje foi conseguido através de luta e cada dia que passa fica mais difícil e a gente tem que ir a procura de defender o direito dos trabalhadores”, explica aquele diretor sindical ao iniciar diálogo com nosso público ouvinte da Rádio Serrana de Araruna e Rádio Queimadas FM.  “Quem votou nele só pode ter votado por maldade, por ser enganado não foi porque a proposta dele era só de perseguir o pequeno, quando um governo defende as elites o pequeno tem que ficar esperto”, comenta acrescentando que a luta continuará e que a população nunca se sentiu tão motivada em se aglutinar nas diversas mobilizações e lutas.     

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo