Oficina discute construção de uma Central de Vendas da caprinocultura do Cariri paraibano

Entidades de agricultores interessadas na produção da caprinocultura estiveram participando de uma oficina realizada na cidade de Monteiro, evento que aconteceu na última quinta-feira(03 de julho) numa promoção do Sebrae daquela cidade e que discutiu toda a cadeia da caprinocultura, especialmente a criação de uma Central de Vendas dos produtos da caprinocultura como forma de fortalecer a atividade em toda a região semi-árida paraibana e também partes do estado de Pernambuco.

Participaram representações do Fórum Estadual dos Territórios Rurais e da Cidadania do Estado da Paraíba, Embrapa Campina Grande, Sebrae, Associações de Criadores de Caprinos do Cariri dentre outras entidades que trabalharam temas e desafios desse segmento naquela microrregião.

Stúdio Rural participou do evento e conversou com o agente de desenvolvimento do Sebrae de Monteiro, Samuel Maia, que falou sobre os objetivos do encontro. “O grande objetivo dessa oficina hoje é nós buscarmos integrar todos os esforços necessários pra consolidar cada vez mais os elos do programa da caprinovinocultura, principalmente os elos da caprinocultura e outros segmentos do agronegócio que possam trazer condições de gerar emprego e renda aqui na nossa região”, justifica Maia, acentuando a questão da caprinocultura leiteira por está mais organizada, exemplificando o início do frigorífico a ser inaugurado naquela cidade caririzeira, cabendo aos setores interessados começarem no processo organizativo da cadeia, especialmente a comercialização.

Para o coordenador do Programa Leite da Paraíba, Aldomário Rodrigues, a iniciativa do Sebrae e entidades parceiras é de fundamental importância por chamar a atenção de todos para o fato de que não basta criar, produzir mas, de forma muito especial, é necessário pensar o todo e na fase final encontra-se a realidade de mercado que dependem de agregação de valor no produzido e organização de toda a produção. “Tudo que é criado em torno da caprinocultura ou de qualquer outro negócio, primeiro você tem que gerenciar o negócio, que dizer: tem que ter mercado pra você colocar a sua produção. Então essa é a principal preocupação. Na gestão disso é que está se criando uma estrutura que seja responsável exatamente por essa questão de fazer o processo e que esse processo venha atender as exigências de mercado e que se busque mercado para recepcionar os nossos produtos”, argumenta Rodrigues, dizendo acreditar que com remuneração junto ao produtor a cadeia se estabelecerá.

Quem também dialogou com a equipe Stúdio Rural foi o consultor do Sebrae, Jean Samel Rocha dizendo ser um encontro que objetiva mobilizar criadores, pessoas e entidades interessadas na construção de uma estrutura capaz de mobilizar, organizar e comercializar a produção, fazendo com que o produto rural vá a quem quer comprar e que as partes interessadas em comprar possam, através desta estrutura, chegar até os produtos dos agricultores.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top