Prefeita e secretário de Barra de Santana prometem empenho na construção parceira em projeto territorial da bovinocultura

SR130317aO município de Barra de Santana passará, na nova gestão administrativa, a estar presente nas ações do Fórum de Desenvolvimento Territorial Sustentável do Cariri Oriental, por ser um município com uma população rural quase que total de agricultores familiares, ser excelente bacia leiteira dentro daquele território e que teve acentuada queda em seu processo de produção e produtividade de leite em consequência da seca prolongada.

Na reunião territorial acontecida na última quarta-feira, 8 de março, a prefeita Cacilda Farias Lopes de Andrade disse que o município fará de tudo para construir parceria, ressaltando as limitações financeiras pela qual passa aquela municipalidade, mas garante que contrapartidas básicas serão empreendidas. “Já temos uma estrutura forrageira e pecuária, eu ando visitando as comunidades rurais e vejo que muitos agricultores já tem a palma resistente, têm um bom rebanho, mas a grande dificuldade mesmo é a chuva porque tem agricultor que plantou, mas sem chuva perdeu a palma que plantou, mas quando chover a prefeitura de Barra de Santana vai trabalhar para ajudar os agricultores para a implantação de novas raquetes”, explica ao dialogar com Stúdio Rural dizendo ser necessário urgência no novo projeto junto ao Banco do Nordeste para salvar os rebanhos ainda existentes que serão os agentes multiplicadores de um novo trabalho com a chegada das chuvas.

Secretário de agricultura naquele município, Paulo Medeiros Barreto disse que os encontros são positivos que têm contado com a presença e apoio do movimento sindical daquele município e que, nesta fase de elaboração de projeto, Barra de Santana tem muito o que ganhar já que, mesmo diante dos cinco anos de seca, conta com um trabalho no plantio de palma resistente a Cochonilha do Carmim e prática na armazenagem de forragem através de silos e processos de fenação. “Nós tivemos essa facilidade com o sindicato de fazer esse trabalho lá no início de 2010, infelizmente foi na época em que chegou a estiagem, mas conseguimos sensibilizar os produtores e hoje Barra de Santana, mesmo com as dificuldades, é um dos municípios que mais tem palma resistente já plantada, nós temos uma grande área plantada, pra você ter ideia tem um produtor que já tem 100 hectares de palma resistente plantada e isso não é pouco, mas queremos atingir toda aquela área que foi já atingida pela cochonilha, substituindo todos os palmais. Eu acho que agora temos um compromisso maior já que estamos na secretaria de agricultura e devemos contemplar muitas das lutas do movimento sindical para a execução desses projetos, programas e políticas que tanto defendemos no dia a dia”, explica Paulo ao dialogar com Stúdio Rural.

Medeiros afirma que hoje o município não tem mais dificuldade em dialogar para a implementação das políticas de compras governamentais por parte da gestão municipal e garante que o maior entrave é a falta de produção por parte da agricultura familiar que depende da produção da pecuária associada a agricultura que, por sua vez, depende de recursos hídricos via invernos. “Não temos dificuldade hoje em dialogar, de acesso tanto dos agricultores para com a gestão pra vender seus produtos para os programas do PANE como exemplo como também para com o mercado consumidor, a única dificuldade que nós temos hoje é realmente a seca que está acabando com o nosso rebanho, acabando também com o estímulo do produtor porque não é fácil você passar seis anos só acabando com o que você tem, acabando seu rebanho, acabando com seus palmais com o ataque da cochonilha e com a seca porque não estamos conseguindo fazer com que a palma resistente avance por conta da estiagem. Mas é continuar na lutando buscando alternativas fora para aplicar dentro de nosso município com políticas arrojadas pra poder implementar esses incentivos ao homem do campo de permanecer produzindo no campo sem ter que ir embora do seu meio para os grandes centros”, explica Medeiros ao dialogar com nosso público Stúdio Rural.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top