Projeto com apicultura transforma vida de mulheres em Assentamento no município Barreiros-PE

Um grupo de mulheres no município de Barreiros, estado de Pernambuco, em parceria com a UFRPE, vem fazendo a diferença ao desenvolver a criação de abelhas, transformando a vida das componentes da ação e dando vida ao Projeto de Extensão Apicultura e Mulheres: uma doce produção, coordenado pela professora daquela instituição, Renata Souza.

Conforme aquela educadora, a ideia da ação surgiu em 2016 ao encontrar agricultoras familiares que queriam trabalhar com abelhas, por ser tida como uma atividade que não exige muitos recursos para iniciar e oferecer retorno rápido.

Denominado Agroflores, o grupo de mulheres hoje mora, trabalha e vive no Assentamento Ximenes, em Barreiros, trabalha um Sistema Agroflorestal e vêm desenvolvendo um trabalho continuado com a criação de abelhas onde já consegue desenvolver um sistema de economia criativa dentro do local em que vivem já contabilizando colheitas de mel, possibilitando a criação de produtos variados para a geração de renda e a autonomia para o grupo desenvolver novas técnicas de produção, vendas e novas experiências além da inclusão do produto na alimentação das famílias.

Renata Souza diz que debater a participação da mulher dentro da apicultura é trazer à tona um padrão ainda imposto pela sociedade: o de que mulheres não podem trabalhar na área por ser uma atividade em que os homens monopolizam o centro de produção.

Conforme Renata, o objetivo do trabalho é integrar e ajudar o grupo de mulheres a entenderem que são elas que vão executar toda a produção, que são capazes, porque embora seja uma atividade ainda presa a uma redoma masculina, essa realidade vem mudando. “Se feito um levantamento a participação da mulher nas atividades apícolas, será pontuada uma grande presença feminina no que diz respeito ao cuidado da higienização e retirada do mel, enquanto o homem lida com toda a parte do campo”, explica.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural / UFRPE

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top