Recurso Genético promove Dia de Campo sobre abóboras e buchas

A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, promoverá um Dia de Campo sobre a “Conservação, produção e seleção de variedades locais de abóbora e bucha”, em evento que acontecerá, na próxima quinta-feira(03 de maio) no Assentamento Cunha (Cidade Ocidental, GO).

Segunda a assessora daquela casa de pesquisas, Fernanda Diniz, o evento é organizado e promovido em parceria com o Programa Biodiversidade Brasil-Itália, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico, Movimento dos Trabalhadores Sem Terra e a Cooperativa de Trabalho da Reforma Agrária do Distrito Federal e Entorno, tendo como objetivo demonstrar aos produtores de assentamentos localizados no DF e entorno técnicas de produção e seleção de plantio de variedades locais de abóbora e bucha.

Diniz informou que as abóboras e morangas são importantes para a alimentação humana e de animais por serem ricas em vitaminas e em caroteno e que as buchas podem representar uma fonte alternativa de renda para pequenos produtores com o seu beneficiamento para fabricação de esponjas vegetais e artesanatos, acrescentando que no Brasil existe uma ampla diversidade genética representada pelas variedades tradicionais de abóboras, morangas e buchas cultivadas há décadas por produtores da agricultura de base familiar. “Segundo a pesquisadora da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Maria Aldete Ferreira, responsável pela organização do dia de campo, tanto as espécies cultivadas como silvestres de abóboras e morangas são fundamentais em muitos aspectos da vida e da dieta humana, tanto pela versatilidade culinária quanto pela riqueza em carotenos e vitaminas. As fibras também contêm bioflavonóides, bloqueadores dos receptores de hormônios estimulantes do câncer, e esteróis que são transformados em vitamina D no organismo, estimulando a diferenciação celular”, complementa Diniz.

A diversidade genética existente nas Américas, segundo Diniz, é ampla, os vegetais são encontrados em variadas cores, texturas, formas, tamanhos e sabores e que no Brasil, a diversidade dessas espécies é representada pelas inúmeras variedades tradicionais cultivadas pelos indígenas, quilombolas e agricultores de base familiar.

Mais informações sobre o dia de campo pelo telefone (61) 3448 4661, com Betânia, ou
pelo e-mail: aldete@cenargen.embrapa.br.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top