Representações de cooperativas paraibanas participam de intercâmbio no Paraná

SR141115aRepresentações do cooperativismo paraibano participaram de um intercâmbio de três dias no Paraná para trocar experiências sobre o cooperativismo paraibano com a forma de cooperação no estado paranaense.

O tema foi trabalhado no Programa Domingo Rural e Programa Esperança no Campo de nossas emissoras parcerias via Rádio Serrana de Araruna AM e Rádio Queimadas FM, no sábado e domingo, dia 31 de outubro e 01 de novembro.

Durante os os dias 22, 23 e 24 de outubro, um grupo de 16 representantes do cooperativismo paraibano, liderados pelo presidente do Sistema OCB/Sescoop-PB, André Pacelli Bezerra Viana, e pelo superintendente Pedro D’Albuquerque Almeida, esteve na sede do Sistema Ocepar, em Curitiba, dentre outras entidades e localidades, acompanhando palestras sobre as atividades desenvolvidas pelo cooperativismo paranaense nas mais diversas áreas, como representatividade institucional e política, organização, formação profissional, monitoramento e autogestão. “A gente juntou um pool de cooperativas do ramo agropecuário no ramo que presta assistência técnica como no caso aqui da Coonap e uma cooperativa de turismo e lazer, como também alguns órgãos parceiros do Sistema OCB-PB como a Faepa/Senar, o Empreender Paraíba, a Secretaria da Agricultura e Pesca do Estado, bem como o Projeto Cooperar. A ideia do sistema OCB foi levar esse grupo pra conhecer boas práticas cooperativistas lá do Estado do Paraná, então o objetivo, como o próprio nome do intercâmbio diz: conhecer boas práticas pra trazer dentro das nossas características, da nossa realidade experiências bem sucedidas e exitosas e aplicar aqui dentro da nossa cultura, dentro do nosso perfil e eu acredito que isso foi salutar, foi importante pelas avaliações das cooperativas e acredito que isso vai surtir um bom efeito junto ao nosso cooperativ
ismo aqui da Paraíba”, explica o superintendente do Sistema OCB/Sescoop-PB, Pedro D’Albuquerque Almeida.

O presidente da Cooperativa de Trabalho Múltiplo de Apoio ás organizações de Autopromoção(Coonap), Jonas Marques de Araújo Neto, ao dialogar com o público ouvinte da Rádio Queimadas FM e Rádio Serrana de Araruna AM, falou sobre o significado do intercâmbio e garante que o cooperativismo no Sul faz o diferencial em razão de fatores diversos, em especial a busca da unidade das ideias e a aplicação dos princípios do cooperativismo que, conforme aquele diretor, colocadas em prática e vivenciadas por todos, proporcionam sempre a melhor qualidade de vida do cooperado.  “Os resultados vistos serve de alerta pra nós pra que a gente enquanto cooperativa una mais e fortaleça a OCE-PB, porque é responsável pelas organizações cooperativistas da Paraíba, através de trabalhos via OCE-PB vai fazer com que nós sejamos mais fortes, pouco importa que tipo de cooperativa, se de trabalho, de leite, de turismo, de queijo dentro da pecuária contanto que haja uma união em torno da OCE-PB”, explica Jonas Araújo, asseverando o potencial que têm as cooperativas no sul do país em razões corretas práticas utilizadas associado a um conjunto de outros fatores e diz que o observado neste intercâmbio será compartilhado na Paraíba.

Laudemiro Lopes de Figueiredo Filho, Miro, é presidente da Coapecal, Cooperativa Agropecuário do Cariri, foi um dos participantes do intercâmbio realizado e garante que as informações e vivências compartilhadas poderão ser referência para o processo de melhor organização para o cooperativismo paraibano. “O intercâmbio tratou-se de melhor organizar as cooperativas agrícolas aqui da Paraíba, cooperativas também de turismo, cooperativas de serviços nas boas práticas cooperativistas até se moldando num olhar do que se faz no Estado do Paraná, o Paraná é considerado estado que tem um cooperativismo mais solidificado, mais sustentável, um cooperativismo que tem história, um cooperativismo que tem dados práticos com bons resultados práticos e bons resultados econômicos. Então a OCB, Organização das Cooperativas aqui do Estado da Paraíba colocou em sua pauta esse intercâmbio no sentido de levar cooperativistas aqui da Paraíba para conhecer esse cooperativismo desenvolvido no Paraná e incorporar, não é trazer a realidade de lá pra cá, mas sim conhecer as práticas e perceber o que é possível, a partir daquelas práticas, a gente desenvolver aqui na Paraíba no sentido da melhor cooperação, no sentido de incentivar o cooperativismo, então foi bom ver como funciona aquelas cooperativas do Paraná que são reconhecidamente no Brasil e são sucesso hoje para que possamos nos inspirar a partir daqueles bons exemplos e daquelas boas práticas e nós possamos aqui, a partir da nossa realidade, incorporar algumas técnicas e melhorar o nosso cooperativismo”.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo