Secretário evidencia desafios e importância de ações estruturantes em unidades rurais

Expectativa de que o ano de 2013 seja um ano melhor do que 2012 que deixou seu rastro negativo na seca que prejudicou de forma completa a agricultura e já comprometeu mais de 50% da pecuária do município.

Esse é argumento do secretário da agricultura do município de Soledade, Januário Marinho de Melo(foto), ao dialogar com Stúdio Rural e falar aos ouvintes das emissoras parceiras fazendo um balanço das perdas registradas no decorrer de 2012 e ao mesmo tempo fazendo um reconhecimento da importância de ações empreendidas pelas entidades da sociedade civil e governos com tecnologias sociais que estão oferecendo melhores condições de vida aos agricultores daquele município do Cariri Oriental paraibano. style=mso-spacerun: yes>  “À princípio esperamos superar os desafios que a seca nos trás, porque a seca é imensa e já vem desde 2012 muito forte na nossa região, mas a seca a gente não tem como combater, tem que buscar meios de convivência com ela que é um fenômeno da natureza, nós não podemos combater, temos que buscar os caminhos e tenho certeza que a gente no município está buscando de certa forma se adequar para isso a cada dia se aperfeiçoando e buscando superar esses desafios”.

Aquele secretário disse da importância de se fazer investimentos nas pequenas propriedades a exemplo do processo de barramentos com barragens sucessivas e barragens subterrâneas e garante que falta dessas ações estruturantes tem causado perdas significativas para os agricultores pecuaristas daquele município. “A gente não tem os números exatos, mas tenho certeza de uma perda de em torno de 50% de nosso rebanho que está sendo dizimado mesmo onde o agricultor ou perdeu ou vendeu seu rebanho porque não tinha a sustentabilidade da segurança que pudesse continuar criando”.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top