Secretário pernambucano da agricultura inaugura depósito de comercialização de defensivos agrícolas

Cerca de 12 mil pequenos e médios produtores de cana de açúcar de Pernambuco vão contar a partir de agora com um depósito onde serão comercializados defensivos agrícolas. O espaço com 200 metros quadrados, construído pela Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP) foi inaugurado nesta segunda-feira, 09, pelo presidente da AFCP, Alexandre Andrade, e pelo secretário de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco, Ranilson Ramos.

A informação é da assessora de comunicação da pasta da agricultura daquele estado, Jaqueline Macêdo, justificando que o depósito que passa a funcionar na sede da AFCP, na Avenida Marechal Mascarenhas Morais, bairro da Ibiribeira, no Recife, será gerido pela Cooperativa dos Produtores Associados à Entidade de Classe (Coaf). “Alexandre Andrade explica que a iniciativa terá impacto direto nos custos de produção de pequenos produtores da Zona da Mata já que os insumos agrícolas oferecidos estarão com preços abaixo do mercado”, justifica Macedo ao dialogar com Stúdio Rural.

Ao dialogar com Stúdio Rural aquela assessora informou que Ranilson Ramos comentou em seu discurso que o Governo do Estado vê o setor como de suma importância para a economia pernambucana e para isso vem apoiando os produtores da cultura citando o o Programa Terra Pronta da Cana de Açúcar, onde a Secretaria Estadual de Agricultura distribuiu agora em 2012, um total de 5,5 mil toneladas de fertilizantes para 11,7 mil produtores com até 60 hectares plantados e com produção de 3 toneladas de cana de açúcar por ano.

Ela explicou que a Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) acompanhou e fiscalizou a construção do galpão para que todo o processo de armazenamento e manipulação dos defensivos atenda às exigências da legislação ambiental e argumentou que além dos presidentes da AFCP e do Sindicato dos Cultivadores de Cana do Estado, Gerson Carneiro Leão, também estavam presentes na inauguração a gerente geral da Adagro, Erivânia Camelo, o presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco, Júlio Zoe, o deputado Maviael Cavalcanti e o gerente comercial da Coaf, Hermano Wanderley. “Após a inauguração, os dirigentes e associados da AFCP, juntamente com o secretário Ranilson Ramos participaram de uma palestra sobre a produção de fécula de mandioca no Sertão do Araripe. A exposição foi realizada pelo diretor da Maxx Amidos do Brasil, Sérgio Lucena”.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Universo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top