Sistemas agroalimentares do algodão no Cariri recebem intercâmbio de famílias de municípios do território

Famílias agricultoras de municípios do Território Cariri Ocidental paraibano, assessoradas pela ONG Patac, participaram de um intercâmbio para conhecer as experiências das famílias agricultoras experimentadoras do Assentamento Zé Marcolino, município Prata, naquele território caririzeiro objetivando ampliar as discussões e replicar experiências em suas unidades produtivas.

A visita aconteceu na última quarta-feira, 03 de julho, e objetivou apresentar experiências exitosas das famílias que trabalham o cultivo do algodão agroecológico nos sistemas agroalimentares apoiadas pelas entidades locais em parceria com a Embrapa Algodão dentre outras. 

Conforme o pesquisador da Embrapa Algodão Campina Grande, Marenilson Batista da Silva, as famílias daquele assentamento da reforma agrária já são referência no processo de produção do algodão nas dinâmicas diversificadas de cultivos destinados a segurança alimentar das famílias, além da confecção de ração para o rebanho associados as práticas de conservação dos solos e do meio ambiente.  

O tema será trabalhado no Programa Esperança no Campo e Programa Domingo Rural do próximo final de semana a partir de entrevista com representações de ONGs, pesquisadores da Embrapa, e de agricultores e suas representações falando sobre a troca de experiências trabalhadas no encontro além de falar sobre a fase produtiva do projeto na safra 2019 e trabalhar projeções e ações de projetos para o safra agrícola de 2019.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo