Taperoá sedia Exposição regional de Raças Nativas e Estadual da caprinovinocultura

Aconteceu no Parque de Exposições de Animais de Taperoá, entre os dias 03 a 06 de novembro de 2011, a VII Exposição de Raças Nativas de Caprinos e Ovinos e XX Exposição Estadual de Caprinos e Ovinos, evento que se deu simultaneamente ao II Encontro dos Povos do Cariri com presença de autoridades estaduais, territoriais e federais além do público interessado nas raças da região.

A informação é do extensionista da Emater regional Serra Branca, engenheiro Itaragil Marinho, justificando que a Emater-PB participou do evento apoiando sua divulgação através dos seus técnicos nas Unidades Operativas dos 21 municípios da Região Administrativa de Serra Branca, e trabalhando na organização da estrutura da expofeira, a exemplo do extensionista da Emater em Assunção, Ariano Vilar, que além da mobilização de expositores de animais e agricultores interessados em visitar a expofeira, trabalhou junto aos técnicos da Unidade da local para disponibilizar um estande para mostra de produtos utilizados na alimentação humana oriundos da agricultura familiar local (hortaliças, grãos, mel, frutas, raízes) produzidos em sistema de transição agroecológica, e para alimentação animal (palma e cana forrageira), realizando atendimento a agricultores interessados nos serviços de extensão rural, bem como acompanhamento do torneio leiteiro realizado pelo extensionista José Cadena, além da presença de técnicos da Defesa Agropecuária que trabalharam no controle do transporte animal, e da Empresa de Pesquisa Agropecuária da Paraíba (EMEPA) com exposição de animais caprinos e ovinos, e materiais sobre apicultura.

Itaragil informou que, segundo informações do gerente da Unidade Operativa da Emater-PB em Taperoá, Cassiano Vilar, a unidade naquele município atende a 150 agricultores familiares através do convênio da Chamada Pública do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), e que para a safra 2011-2012 foram inscritos 1.516 agricultores no Garantia Safra, o que representaria um benefício econômico para as famílias rurais de aproximadamente R$970,2 mil reais no município de Taperoá.

Outra informação repassada por Iteragil, dá contas que durante a exposição, aconteceu julgamentos de raças caprinas e ovinas de criadores da Paraíba e estados visinhos além de torneio leiteiro (leite de cabra), dividido em cinco categorias (dente de leite, dois dentes, três dentes, quatro dentes, seis dentes e adulta – boca cheia) para os animais locais, e três categorias para os animais de outros municípios (cabrita, cabrita jovem e adulta), torneio organizado pelo extensionista da Emater José Cadena. “A cabra com maior produção foi a “Viviane” pertencente a Fernando Alves da Fazenda Serra do Fogo, município de Zabelê, com uma média diária de 9,355 quilos de leite”, explica aquele extensionista acrescentando que a grande campeã local da categoria mais disputa (adulta, com 16 animais), foi a cabra “Irla” pertencente a Joaquim Vilar da Fazenda Malhada Alegre, município de Taperoá, com uma média diária de 5,038 kg, que venceu com uma diferença de apenas cinco gramas (na média diária) para a segunda colocada.

Aquele extensionista informou ainda que estudantes do curso Tecnológico em Agroecologia da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Campus Sumé, também estiveram presentes na exposição, ajudando a organização do evento, e aplicaram uma pesquisa para o diagnóstico fitoprodutivo da palma forrageira no município de Taperoá, elaborado pela Secretaria Municipal de Agricultura, entrevistando agricultores familiares que visitaram a exposição e os produtores que estão expondo animais. “O Secretário Municipal de Agricultura Sebastião Brito, informou que cerca de 1.000 animais (entre caprinos e ovinos) estiveram na expofeira, com uma expectativa de negócios realizados em torno de R$60 mil, e uma participação de cerca de 4.000 visitantes durante os três dias do evento”, complementa explicando que a expofeira foi encerrada com a cerimônia de entrega da premiação aos vencedores do torneio leiteiro e homenagem a todos os participantes do torneio, tendo seu fechamento com o tradicional “banho de leite” numa alusão às melhoras na produtividade obtida na produção de leite caprino.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top