UFCG promove curso para técnicos da Emater sobre Manejo ecológico e conservação dos solos e água

A Universidade Federal de Campina Grande promoveu de 29 de novembro a 10 de dezembro últimos um curso de capacitação sobre o manejo ecológico e de conservação dos solos e da água para técnicos da Emater recentemente contratados para a extensão rural paraibana.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>O evento aconteceu no Hotel Day Camp, município de Campina Grande, teve como objetivo sensibilizar técnicos tendo em vista o papel de formadores de opinião que esses profissionais exercem nas comunidades rurais dos municípios paraibanos e foi trabalhado em módulos abrangendo conhecimento em solos, em plantas constituintes do semiárido, a fauna e animais exóticos e o homem e o meio ambiente. “Esse treinamento foi de um edital público do CNPq e tendo como executor parceiro a Emater e o SEDAC”, relata o professor da UFCG e coordenador do curso, Jorgerson Pinto Gomes Pereira, explicando ter sido duas semanas de uma riqueza ímpar de conhecimentos por ser uma programação que integra uma visão sistêmica onde as manifestações populares como cordel, como expressão escrita em forma de xilogravura, manifestação do místico-interior dentre outras formas foram trabalhadas.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>O técnico da Emater da cidade de Lastro, Regional Sousa, no Auto Sertão, Guilherme Sá Abrantes de Sena, disse que o curso contemplou todos os participantes já que trabalhou conhecimentos novos d como manejar melhor o solo e a água numa proposta sustentável o que fará com que cada extensionista possa levar informações mais atualizadas para a base da produção rural. “O discurso hoje está vindo para a prática na verdade, em outra época era muito discurso, muita falação e não agia e agora a gente está partindo para a ação propriamente dita, os técnicos da Emater cada dia estão procurando se capacitar mais, participar mais de curso pra levar essa bandeira da sustentabilidade, a bandeira da agroecologia e não ficar só empunhando essa bandeira e realmente agir para o melhoramento da qualidade de vida dos agricultores familiares”.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Denise de Jesus Lemos Ferreira é da UFCG, coordenou as atividades e falou com nossa equipe sobre as informações trabalhadas no evento. “Eu acredito que esse curso tem a importância de disseminar os conceitos e aprendizados que eles estão tendo e passar para o homem do campo que é o mais importante, que é o objetivo da gente enquanto organização”.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Domingo Rural conversou com o professor da UFCG, Fernando Garcia de Oliveira que disse ser um programa de treinamento para técnicos recém-contratados pela Emater dentro de uma programação bem diversificada e falou sobre as informações que foram por ele repassadas. “O que eu procurei fazer aqui hoje, estou encarregado de trabalhar dois temas: agricultura familiar e associativismo, ambos vitais para o sucesso da agricultura familiar, então minha preocupação foi associar tanto algo relacionado ao conteúdo quanto a dinâmica, a forma de trabalhar, ou seja, inclusive eu falei pra eles que eu iria representar um técnico da Emater e eles duas comunidades com as quais eu teria que trabalhar, portanto para fazer uma simulação de quando o técnico chega numa comunidade e no final fazer uma reflexão das diferentes posturas que o técnico pode ter. O técnico pode chegar na comunidade achando que ele sabe tudo e os agricultores não sabem nada, ele vai dar aula para os agricultores, então o técnico sabichão, ou um técnico que se considera um facilitador em que o protagonista na verdade é o agricultor e ele vem pra assessorar, pra apoiar o agricultor, procurando tornar útil aqueles conhecimentos que ele aprendeu na universidade na formação dele, mas sem desvalorizar, muito pelo contrário, procurando resgatar os conhecimentos que os agricultores detêm, e agente sabe que eles são detentores de conhecimentos”.

style=FONT-FAMILY: 10pt FONT-SIZE: ?Arial?,?sans-serif?;>Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top