Unidade de beneficiamento de frutas em Pedra Lavrada atrai visita de representações de Queimadas

Representantes de agricultoras familiares do município de Queimadas, Agreste paraibano, realizaram visita de intercâmbio a unidade de beneficiamento de frutas da comunidade Canoa de Dentro, no município de Pedra Lavrada com objetivando construir um amplo intercâmbio de famílias agricultoras queimadenses para visitarem e conhecerem as experiências no Curimataú paraibano.

Da comissão queimadense, a agricultora e componente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Queimadas, Angineide Pereira de Macedo Valetim, esteve presente e conversou com Domingo Rural sobre o trabalho em que o grupo de mulheres pedralavradenses que trabalham o beneficiamento de frutas nativas da região. “Nossa visita é mais pra ter conhecimento da forma como elas trabalham, na forma como a comunidade está se organizando, como é que está se produzindo, o que está se aproveitando na comunidade a partir dos recursos existentes porque a gente está tentando organizar as mulheres e os jovens para que aproveitem também os recursos que temos, os umbus, as frutas nativas. Então é importante a gente participar e vê também como é que está sendo feito”, explica aquela liderança afirmando que intercâmbios estarão sendo desenvolvidos a partir do mês de março, época em que está se iniciando a safra do umbu. “Eu hoje vim conhecer, uma coisa é eu está vendo, e outra coisa é eu está falando, falar a gente fala e dá um incentivo, mas quando o pessoal vem aqui que vê então tem outra animação, tem outra disposição pra lutar, buscar recursos pra trabalhar para que melhore”, explica.

Emerson Wallace Campos Soares é agricultor residente na comunidade Bodopitá, componente da Secretaria de Agricultura de Queimadas, participou do encontro e participou do Programa Domingo Rural deste domingo(19/02) falando sobre a expectativa e disposição da prefeitura em construir intercâmbio e fortalecer os trabalhos desenvolvidos pelas entidades municipais dos agricultores. “A nossa vinda é no intuito de tentar levar essa experiência que vem dando certo aqui, vem dando certo em outros municípios aqui como Soledade e tentar levar pra Queimadas, pois nós temos uma grande produção de umbu também lá, o sindicato já vem desenvolvendo um trabalho anualmente com as pessoas, com as comunidades trazendo umbu e beneficiando lá no sindicato com a máquina do Pólo Sindical. Então a gente quer tentar trabalhar essa atividade lá, quer tentar gerar mais ocupação como uma nova fonte de ocupação e renda e estamos aí tentando melhorar a vida dos agricultores e produtores rurais de nosso município. Fazendo essa visita de intercâmbio é uma visão a mais, é uma oportunidade a mais de a gente está conhecendo, e uma janela aberta e uma ponta que vamos fazer até o município de Queimadas”, explica afirmando que o município se dispõe em apoiar iniciativas que requeiram contrapartida do executivo queimadense.

Em Pedra Lavrada as famílias desenvolvem um trabalho com beneficiamento de umbu, caju, manga, goiaba dentre outras a partir da elaboração de doces, geléias, polpas, sucos e outros produtos numa ação que se intensificou com a chegada de equipamentos na Casa de beneficiamento patrocinada pela Petrobras via Programa Petrobras Desenvolvimento e Cidadania através do Projeto Água no Semiárido. O trabalho desenvolvido tem a assessoria da ONG Patac com apoio das entidades do Coletivo Regional do Cariri, Seridó e Curimataú.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top