Agreste Central pernambucano ganha abatedouro regionalizado

Municípios do Agreste Central – Bonito, Agrestina, Altinho, Barra de Guabiraba, Camocim de São Félix, Sairé, Cupira, Panelas e São Joaquim do Monte – entraram em consenso hoje (14), para a construção de abatedouro regional com capacidade inicial para abater 2 mil animais por dia. A decisão foi tomada após reunião entre os prefeitos desses municípios e o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Ranilson Ramos no último dia 14.

A informação é da assessora de comunicação da agricultura pernambucana, Jaqueline Macedo, explicando que a unidade será construída em São Joaquim do Monte em virtude da localização geográfica que facilita o transporte de animais dos outros municípios. “Ranilson Ramos avaliou que a medida envolve melhores condições para toda a cadeia da carne, desde o transporte do animal, passando pelo abate até a distribuição”, relata aquela assessora.

Macedo informou ainda que o secretário assinou convênios importantes com a prefeitura a exemplo da construção da coberta do Centro de Abastecimento de Bonito – Ceabo e a aquisição de câmara frigorífica para o resfriamento de carne bovina com investimentos da ordem de R$135 mil e R$ 71 mil, respectivamente.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top