Agricultoras e entidades discutem VII Marcha pela Vida das Mulheres e pela Agroecologia

SR270116dRepresentações de mulheres e entidades do Polo da Borborema realizaram a primeira reunião de preparação para a sétima edição da Marcha pela Vida das Mulheres e pela Agroecologia em evento que no último dia 20, tendo como local o Centro Agroecológico São Miguel (CASM).

Conforme a assessoria de comunicação da ONG AS-PTA Agricultura Familiar e Agroecologia a Marcha é um momento de afirmação das capacidades das agricultoras e de denúncia de todas as formas de violência contra a mulher, uma expressão do trabalho das mulheres do Polo que acontece o ano inteiro e acontecerá no dia 08 de março, na cidade de Areial, Agreste paraibano.

Domingo Rural e Esperança no Campo desta semana evidenciaram o tema informando que, conforme a assessoria da AS-PTA, a Marcha é um momento de afirmação das capacidades das agricultoras e de denúncia de todas as formas de violência contra a mulher, uma expressão do trabalho das mulheres do Polo que acontece o ano inteiro e que já aconteceu nas cidades de Remígio (2010), Queimadas (2011), Esperança (2012), Solânea (2013), Massaranduba (2014) e Lagoa Seca (2015), última edição, que reuniu mais de 5 mil participantes.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo