Algodão agroecológico se amplia e chega em pontos de sete estados do semiárido

SR210119dO ano de 2018 foi positivo para as dinâmicas de produção do algodão orgânico em consórcios agroalimentares na Paraíba e entrega para 2019 com perspectivas de, além da Paraíba, chagar nos estados do RN, CE, PE, PI, AL e SE. “A Embrapa aprovou um projeto coordenado pela Diaconia, financiado pelo Instituto C&A que tem a finalidade de fazer pesquisa nos estado do Rio Grande do Norte, lá no Apodi; na Paraíba, aqui no Cariri; no Pernambuco, no Sertão do Pajeú e na Serra do Araripe; Lá no Piauí, na Serra da Capivara; no Sertão alagoano e no Sertão sergipano, ou seja, são sete pontos de pesquisas participativas e esperamos aprimorar esse sistema, garantindo rentabilidade e aumento de produção e que os agricultores possam ganhar mais dinheiro e se beneficiar como um todo”, explica o pesquisador da Embrapa Algodão, Marenilson Batista da Silva, em contato com nosso público ouvinte.

Marenilson garante que com a possibilidade de uma nova cíclica com chuvas tem-se aberto novas perspectivas de fazer um trabalho de estudos, sempre com a participação das famílias agricultoras e suas entidades, objetivando encontrar as formas capazes de produzir com sustentabilidade. “Estamos numa região de semiárido, o semiárido por si só é desafiador, e a construção de metodologias capazes de gerar conhecimentos, e um conhecimento adaptado na condição de semiárido, tem sido um desafio permanente e, com alguns parceiros, a Embrapa deu esse passo fundamental que é elaborar projetos com pesquisa participativa, com a participação efetiva de pesquisadores da Embrapa, de analistas, de agricultores experimentadores, de parceiros e com isso consolida uma pesquisa que vai sair a cara do semiárido, ou seja, que vai sair a necessidade, os anseios das pessoas que vivem no semiárido, na busca da sustentabilidade e também na geração de renda para a agricultura familiar no nosso Nordeste”, explica Batista da Silva.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo