Ano agrícola paraibano do abacaxi apresenta perspectivas de sucesso de produção na safra 2020

A Paraíba, referência nacional na produção do abacaxi em municípios que estão na região de Guarabira, Brejo paraibano; regional de Itabaiana e Santa Rita, poderá ter ampliação de área cultivada em aproximadamente 10% e elevado quantitativo nesta safra 2020.

A informação é do assessor da Empaer Guarabira, George Firmino do Nascimento, garantindo que a Empresa Paraibana de Pesquisa Agropecuária vem fazendo um trabalho continuado junto aos agricultores no sentido de trabalhar o abacaxi de forma sempre sustentável. “Quero falar um pouco da cultura do abacaxi que é uma cultura importante para o nosso estado do ponto de vista econômico e social, neste ano de 2020, dentro de nossos trabalhos aqui da Empaer na região de Guarabira que detém municípios expressivos na cultura como Itapororoca, Araçagi, Lagoa de Dentro, Duas Estradas, Sertãozinho, são municípios que mais produzem abacaxi na região de Guarabira que compreende 19 municípios”, explica Firmino do Nascimento ao dialogar com nosso público ouvinte Domingo Rural acrescentando haver expectativa no aumento da área plantada em razão dos preços que têm sido atrativos além do elevado consumo do mercado local e nacional. “A gente espera uma ampliação de área de plantio referente a 2020, comparando com 2019, de aproximadamente 10% da área cultivada”, explica acrescentando que a Paraíba destaca-se como segundo maior produtor do abacaxi, perdendo apenas para o estado do Pará com expectativa de vir superar com seus cerca de 10 mil hectares plantados em regiões paraibanas.

Firmino detalhou informações sobre o processo de geração de trabalho e renda, informações técnicas para o sucesso na cultura, principais municípios produtores, acesso ao crédito para os empreendedores, ciclo da cultura, estratégias para o escalonamento do plantio dentre outras. “Uma coisa interessante no abacaxi é que é uma cultura que você pode prevê a colheita já que é uma cultura quer você pode fazer a indução floral”, explica com detalhes técnicos de operação em campo.    Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top