BNB concede crédito emergencial e renegociação de dívidas para produtores vítimas da estiagem

O Banco do Nordeste dispõe de R$ 1 bilhão para empreendimentos de municípios com decreto de situação de emergência reconhecido pela Secretaria Nacional de Defesa Civil com recursos que são do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e tem limite de crédito que varia de R$ 2,5 mil a R$ 100 mil, com juros de 1% a.a para os agricultores familiares, com bônus 40% sobre a parcela paga em dia, e de 3,5% a.a para os demais produtores, sem bônus.

Segundo a assessoria do banco aqui na Paraíba, a iniciativa beneficia os produtores rurais vítimas da pior estiagem dos últimos 40 anos, cujos municípios tenham decretado estado de emergência ou calamidade pública e que poderão ser prorrogadas as parcelas com vencimento entre 1° de janeiro de 2012 e 1° de janeiro de 2013. “Serão beneficiados produtores rurais de qualquer porte, desde que suas operações de custeio e/ou investimento estejam em situação de adimplência em 31 de janeiro de 2012”, explica acrescentando que para serem contemplados, os empreendimentos devem estar localizados em municípios da região Nordeste em situação de emergência ou estado de calamidade pública decretado após 1° de fevereiro de 2012, reconhecido pelo Governo Federal.

Aquela assessoria explicou que para operações de custeio da safra 2011/2012, as dívidas poderão ser renegociadas em até cinco parcelas anuais, com vencimento da primeira parcela em até um ano após formalização da renegociação. Já para o custeio de safras anteriores e investimento (exceto BNDES/FINAME), a renegociação poderá ser feita em até um ano após o vencimento da última parcela vincenda constante do atual cronograma de reembolso da operação.

As iniciativas fazem parte de um pacote de medidas do Governo Federal, que visam reduzir os impactos da maior estiagem dos últimos anos na região Nordeste e no norte de Minas Gerais, reforçando a rede de proteção social no semiárido. As ações têm impacto direto na vida de mais de 4 milhões de brasileiros que vivem na região. O total de investimentos do Governo Federal em ações emergenciais é de R$ 2,7 bilhões.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Universo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top