Centrac promove capacitação para catadores de materiais recicláveis e gestores públicos

O CENTRAC, Centro de Ação Cultural realizará nesta quinta-feira, 29 de janeiro, das 8h às 17h, a oficina: “Gestão municipal dos resíduos sólidos e inclusão socioeconômica de catadores e catadoras de materiais recicláveis na efetivação da Política Nacional de Resíduos Sólidos”.

A informação é da assessora da entidade, Áurea Olímpia, explicando que o evento acontecerá no Centro de Tecnologia Professor Severino Lopes Loureiro, localizado na Rua Santa Clara s/n, Largo de Açude Novo, no Centro de Campina Grande e faz parte das ações do Projeto “Cooperar para melhor coletar”, via convênio celebrado entre o CENTRAC e o Ministério do Trabalho e Emprego por intermédio da Secretaria Nacional de Economia Solidária – SENAES.

Áurea explica que o objetivo da oficina é sensibilizar os gestores públicos para a inclusão socioeconômica dos catadores e catadoras na efetivação do plano municipal de gestão dos resíduos sólidos e contará com cerca de 40 catadores e catadoras dos quatro empreendimentos solidários da categoria existentes em Campina Grande: Catamais (Cooperativa de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis de Campina Grande), Arensa (Associação de Catadores de Materiais Recicláveis da Comunidade Nossa Senhora Aparecida), Cotramare (Cooperativa de Trabalhadores de Materiais Recicláveis) e Cavi (Associação de Catadores e Recicladores de Materiais Vítreos). “A programação contará com trabalhos em grupo, debate sobre o que diz a lei de gestão dos resíduos sólidos e como está a realidade do município, além de aspectos da inclusão dos catadores nesta política municipal”, explica acrescentando que a oficina será facilitada pela equipe de educadoras do Projeto “Cooperar para Melhor Coletar”, do CENTRAC.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top