Coordenação do ERA 2015 escolhe deputado Anastácio para encaminhar carta do evento à autoridades

O deputado estadual Frei Anastácio registrou, na última terça-feira(5), na Assembleia Legislativa, que foi escolhido pela coordenação do XV Encontro Regional de Agroecologia (ERA/215), realizado no final da semana passado, em Bananeiras, para encaminhar as conclusões do evento a várias autoridades estaduais e federais.

Anastácio argumentou que a carta faz um alerta sobre o uso indiscriminado de agrotóxicos nos alimentos produzidos no Brasil, que subiu de 5,4 litros, para 7,3 litros por habitante por ano e disse ser uma realidade assustadora concluindo que há um elevado consumo dos produtos envenenados na mesa do consumidor.
Segundo a assessoria daquele deputado, o parlamentar destacou que está encaminhando a carta do ERA/2015 ao Governador do Estado, Sudema, Ministérios Públicos Estadual e Federal, INCRA, IBAMA e Vigilância Sanitária. “Entre os pontos elaborados pelos 500 estudantes de todo o Nordeste, que participaram do ERA/2015, estão a necessidade de medidas que possibilitem o fortalecimento da extensão universitária como ferramenta que aproxime estudantes e professores aos trabalhadores e movimentos sociais, garantindo troca de saberes; transformar a universidade superando seu modelo histórico patriarcal em um modelo voltado para a reprodução do saber para o povo; adoção da agroecologia como ferramenta de transformação da realidade do campo e da sociedade”, explica a assessoria do parlamentar.
Ainda, segundo a aquela assessoria, a carta termina convocando os estudantes, professores, agricultores e profissionais da área e os movimentos sociais para superar o modelo atual, através de um projeto de preservação da vida, através da agroecologia.
Aquela assessoria explicou que Anastácio relatou que esse é o pensamento de todos que estiveram lá em Bananeiras explicando que são alunos de uma diversidade de cursos dentre os quais agronomia, agroecologia, zootecnia, engenharia florestal, que buscam aprimoramento da produção de alimentos com qualidade e saúde, respeitando o meio ambiente.
Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top