Incra-RN implanta nova proposta de desenvolver assentamentos rurais com ênfase nos territórios rurais

A Superintendência Regional do Incra no Rio Grande do Norte (Incra-RN) está implantando uma nova proposta de ação para a sua Divisão de Desenvolvimento de Assentamentos baseada na divisão do estado em territórios.

Segundo a assessora de comunicação daquela instituição, Kalyandra Vaz, com o método de trabalho que está sendo implementado, já adotado nas Superintendências do Ceará e da Paraíba, e apresentado aos técnicos do Incra-RN na tarde da última segunda-feira (4), quatro equipes de articulação territorial serão responsáveis por acompanhar todas as ações desenvolvidas pela autarquia nos assentamentos.

Vaz argumentou que o chefe da Divisão de Desenvolvimento de Assentamentos do Incra potiguar, Max Victor Bezerra Barbosa, explicou que as equipes de articulação territorial serão responsáveis pelo acompanhamento de ações relativas à prestação de serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) e à aplicação de créditos às famílias assentadas, ao levantamento da infraestrutura existente nos assentamentos (energia elétrica, água potável e para a produção, escolas, postos de saúde, estradas, igrejas e telecentros), à supervisão ocupacional dos lotes e ao acompanhamento da rotina dos territórios, como a participação em fóruns.

Ainda segundo aquela assessora, as mudanças incluem ainda o rearranjo dos servidores nas salas ocupadas pela Divisão de Desenvolvimento de Assentamentos e o estabelecimento de novos procedimentos para as rotinas de trabalho, a exemplo da instrução processual, dos relatórios de visita técnica ou de supervisão ocupacional, da aplicação de créditos e da articulação territorial. “A divisão dos territórios entre as quatro equipes será a seguinte: Assú e Mossoró; Sertão do Apodi; Potengi, Seridó, Trairí e Litoral Sul; e Mato Grande, Sertão Central e Macaíba”, finaliza aquela assessora.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top