Decreto declara fazendas paraibanas de interesse social para reforma agrária

Dois imóveis rurais da Paraíba foram declarados de interesse social para fins de reforma agrária através de Decreto Presidencial publicado no Diário Oficial da União do último dia 5. A informação foi repassada pela assessora do INCRA, na Paraíba, Kalyandra Vaz, justificando que com a publicação do decreto, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) fica autorizado a promover a desapropriação e dar andamento à criação de novos projetos de assentamento nas áreas, que somam aproximadamente 6.632 hectares e têm capacidade para assentar 70 famílias de trabalhadores rurais. “O imóvel “Santa Mônica”, localizado nos municípios de Pombal e Lagoa, tem área de pouco mais de 4.978 hectares e, após a criação do projeto de assentamento, terá capacidade de receber 35 famílias”, justifica, acrescentando que no imóvel “Poço Escuro e Genipapeiro”, situado no município de Emas e com área de cerca de 1.654 hectares, poderão ser assentadas outras 35 famílias de trabalhadores rurais.Kalyandra informou que para o superintendente regional do Incra no estado, Antônio Ribeiro, a autorização de desapropriação dos imóveis é importante para atender à demanda de trabalhadores rurais sem terra na região que, em breve, poderão produzir e gerar renda para suas famílias. Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top