Deputado Anastácio faz pronunciamento contra projeto que retira direitos trabalhistas de terceirizados

O deputado estadual Frei Anastácio (PT-PB) fez pronunciamento nessa terça-feira(7/04), na tribuna da Assembleia, contra a aprovação do projeto de Lei 4330, que tramita na Câmara dos Deputados, propondo mudanças no serviço de terceirização, argumentando que o projeto retira direitos dos trabalhadores, enfraquece a representação sindical e somente engorda os lucros das empresas. “Segundo o deputado, o projeto – uma vez aprovado – irá acabar com o 13° salário, férias, descanso semanal remunerado e hora extra dos trabalhadores terceirizados”, explica a assessoria daquele parlamentar acrescentando que para Anastácio, essa é uma forma clara de fortalecer o lucro dos empresários e desestruturar os direitos dos trabalhadores.

Ao dialogar com Stúdio Rural, aquela assessoria explicou que além de realizar pronunciamento na Assembleia, Anastácio participou de audiência na Delegacia Regional do Trabalho, juntamente com representantes da Consulta Popular, CUT e outras representações de trabalhadores que estão lutando contra a aprovação desse projeto. “Um estudo feito pelo Dieese, indica que 80% dos acidentes de trabalhos acontece com os trabalhadores terceirizados, que muitas vezes trabalham três horas a mais e ganham 27 por cento a menos”, explica aquela assessoria justificando que Anastácio ainda lembrou que nos bancos, isso já acontece e é da opinião de que essas são as instituições que mais lucram e que tem prestado um serviço de péssima qualidade.
Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top