Domingo e Universo Rural evidenciam encontro e formação de agricultores em bancos de sementes

No último dia de setembro, na comunidade São Tomé II, zona rural de Alagoa Nova, aconteceu a Oficina de formação de lideranças dos bancos de sementes comunitários da Borborema.

Segundo a assessora de comunicação da AS-PTA, Áurea Olímpia, o evento foi promovido pela Comissão de Sementes do Polo da Borborema, contou com apoio do Programa P1+2 (Uma Terra e Duas Águas), implementado pela Organização Não Governamental AS-PTA Agricultura Familiar e Agroecologia com recursos do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e com o patrocínio da Petrobrás e que na ocasião foi comemorado o aniversário de 39 anos do banco de sementes comunitário de São Tomé II, o mais antigo da região da Borborema.

Severina da Silva Pereira, Silvinha, é diretora do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Queimadas e, ao dialogar com o público ouvinte das nossas emissoras parceira, informou ter sido um evento que revelou verdadeiros tesouros trabalhados pela agricultura familiar na dinâmica de agroecologia já que os diversos municípios levaram, além de representantes de bancos de sementes, representantes de outras comunidades que ainda não têm bancos de sementes e que naquela reunião foi descoberto várias experiências familiares com bancos de sementes. “Os municípios estão bastante interessados em resgatar as sementes e formar bancos de sementes, por ser um grande resgate de culturas que estavam se perdendo e os bancos de sementes vêm resgatando as sementes e multiplicando as sementes que se tinha perdido”, explica Silvinha durante entrevista na 590 kHz, 1180 kHz e 87.MHZ.

Já a assessora da AS-PTA, Áurea Olímpia, participaram cerca de 60 agricultores e agricultoras lideranças dos bancos de sementes comunitários da região da Borborema com uma programação que discutiu a importância das sementes crioulas, as “sementes da paixão”, como são conhecidas, e a importância dos Bancos de Sementes para conservação do patrimônio genético na Borborema, além da articulação da rede de bancos de sementes existente no território.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top