Domingo Rural evidencia Festa do Bode de Barra de São Miguel e encontro territorial

Um evento crescente com a cidade toda em movimento com exposição de tecnologias e conhecimentos voltados aos produtores rurais, assim foi a classificação da prefeita da cidade de Barra de São Miguel, Luci Teixeira Lopes, Luci Lopes, durante as festividades da exposição de caprinos e ovinos Barra Bode que aconteceu naquela cidade durante os dias 12, 13 e 14 deste mês.

Ao dialogar com Stúdio Rural, Luci disse que o evento teve crescimento que se traduz na força do Fórum de Desenvolvimento Rural Sustentável do Cariri Oriental que tem feito mobilização para o fortalecimento de todos os eventos em cidades e municípios daquele território. “Eu posso lhe dar agora um exemplo: sem os parceiros isso acontece? Não acontece. E os parceiros estão aí, logo mais teremos uma reunião com os prefeitos e com as lideranças políticas pra falar exatamente dessa importância do território, os municípios têm que estar engajados e eu quero, com a participação dos prefeitos, com a participação do poder público, dos nossos deputados, principalmente os deputados federais, porque você sabe que quando você ingressa no território abre as portas para o município”, comenta a prefeita citando como exemplo a liberação de equipamentos destinados a apicultura que estão chegando via fórum territorial.

Durante o evento aconteceu um encontro de avaliação das ações do território daquela região que contou com a participação de representações da coordenação a exemplo do BNB, Coapecal, prefeituras, Emater, cooperativas de prestação de serviços dente outras e segundo o articulador daquele território, José Batista Filho, as discussões do fórum tem proporcionado ações tecnológicas de fundamental ao desenvolvimento de todo aquele coletivo de municípios com ações que estão fortalecendo a agricultura e pecuária regional. “Sempre eu enfatizo muito quando dialogo com seus ouvintes, que a gente faz um trabalho de forragem no fórum muito bom e com esse problema da caprinocultura a gente já teve algumas discussões e o fórum fez essa parceria com a prefeitura de Barra de São Miguel e já ETA no segundo ano que está com o evento dentro do outro evento e hoje com essa oficina de gestão agora de manhã e a tarde com uma oficina com o encontro dos gestores do território para ser discutido o desenvolvimento territorial e como é que se vai trabalhar, principalmente a cadeia produtiva da caprinocultura dentro do território”.

Componentes presentes no processo de construção e afirmação do território, os sindicatos dos trabalhadores rurais dos municípios estiveram presentes nas discussões e, segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Barra de Santana, Paulo Medeiros Barreto, Barra de São Miguel tem demonstrado potencial para fortalecer a pecuária no coletivo territorial e disse que o território terá que encampar lutas na busca de ações para fortalecer Barra de São Miguel e outros municípios que estão limitados na questão do acesso das estradas que dificultam o a prestação de serviço saúde, na educação e no desenvolvimento econômico em razão da dificuldade no processo do escoamento em razão das péssimas qualidades das estradas que ligam o município a outros municípios da região. Nós temos uma ligação entre os três municípios: Barra de São Miguel, Riacho de Santo Antônio e Barra de Santana porque nós somos companheiros, eu acredito que nós podemos está separados um do outro, então nós temos um bom relacionamento com o sindicato de Barra de São Miguel e Riacho de Santo Antônio por isso que nós estamos sempre vindo pra cá para orientar e tirar proveito também das experiências dos colegas companheiros desses sindicatos aqui”.

Medeiros elogiou a iniciativa de Barra de São Miguel em desenvolver a atividade já na terceira edição e disse que Barra de Santana também poderia organizar evento da natureza buscando o desenvolvimento. “Primeiramente e dar o exemplo de Barra de São Miguel com o compromisso da prefeita com os trabalhadores, com os agricultores, com os produtores aqui do município. Primeiramente teria que tirar o exemplo da prefeita daqui pra Barra de Santana, nós não temos em Barra de Santana política nenhuma voltada do puder público municipal para os produtores e agricultores, temos os produtores, temos o produto, mas não temos o retrato mostrado para o estado e para o resto do país. Então falta uma política voltada de interesse do gestor municipal com os produtores”, sugere.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top