Domingo Rural evidencia papel exercido pela comunicação rural e status da PB e RN livres da aftosa

O papel exercido pelo Programa Domingo Rural e Universo Rural como reforço nas campanhas de vacinação contra a febre aftosa, em especial para o público nos estados da Paraíba e Rio Grande do Norte que recebem os sinais das emissoras parcerias de Stúdio Rural e seus reflexos no reconhecimento da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) foi um dos temas trabalhados pelo Programa Domingo Rural do último domingo(01/06), via Rádio Serrana de Araruna AM 590 kHz e Rádio Bonsucesso de Pombal AM 1180 kHz.

Na última quinta-feira(29 de maio) o Rio Grande do Norte e Paraíba, dentre outros, receberam o reconhecimento dentro de evento realizado em Paris, na França, onde diversas representações brasileiras estiveram presentes, dentre elas, o secretário executivo da Agropecuária e Pesca, do Governo da Paraíba, Rômulo Montenegro onde os 178 países integrantes da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) declararam erradicada a febre aftosa nos estados brasileiros de Alagoas, Maranhão, Paraíba, Ceará, Piauí, Rio Grande do Norte, Pernambuco e a região norte do Pará, decisão que foi anunciada pelo organismo internacional naquele dia durante a 82ª Seção Geral da Assembleia Mundial de Delegados, em Paris, na França.

Ano a ano, Stúdio Rural e emissoras parceiras vêm acompanhando as ações governamentais que objetivam erradicar a doença em todo o território nacional e assiste importante avanço com a divulgação dos resultados em que os estados ficam reconhecidos como livres da doença mesmo com a vacinação e justifica ao público ouvinte a importância do empenho dos agricultores pecuaristas e entidades gerais na continuação das ações integradas entre estado e sociedade na meta de erradicar a doença e continuar conquistando espaço nos diversos mercados que condicionam a implantação e execução de programas de sanidade animal e vegetal dentre outros.

Na Paraíba, o secretário Rômulo Montenegro destacou que muitas ações foram importantes para o êxito da campanha, dentre as quais o cadastro atualizado que facilitou o processo de detecção dos produtores inadimplentes e buscá-los para realizar vacinações assistidas, compulsórias e aplicar sanções em decorrência das suas inadimplências.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top