Embrapa e parceiras no Sertão paraibano aprovam novo projeto com algodão na agricultura familiar

A Embrapa Algodão em parceria com a Associação dos Pequenos Produtores de Serrinha(APERSE) localizada no município de Bom Sucesso, Sertão paraibano, aprovou um projeto com a cultura do algodão com ênfase na Agricultura Familiar para atuar naquela região.

Conforme o gerente regional da Empaer de Catolé do Rocha, Humberto Ferreira Cavalcante, denominado de “Sistemas Integrados para o cultivo de algodoeiro herbáceo com culturas alimentares no Sertão Paraibano” o projeto terá a duração de quatro anos numa proposta que tem como objetivo principal desenvolver sistemas Integrados de produção sustentável para o cultivo de algodoeiro herbáceo com culturas alimentares na região do Sertão Paraibano.

Durante a condução do Projeto, explica aquele extensionista, pretende-se recomendar cultivares de algodão herbáceo mais produtivas e adaptadas para as condições do Sertão Paraibano; estabelecer um banco de sementes de algodoeiro herbáceo para uso pelos agricultores familiares e capacitar   produtores, técnicos, agentes multiplicadores em tecnologias de produção de algodão herbáceo, negócios, empreendedorismo e cooperativismo rural na região. “O Projeto contará com Cooperação Técnica da EMPAER-PB, SENAR -PB, SEBRAE-PB, OCB-PB e REDES SANTA LUZIA  com apoio das Prefeituras de Bom Sucesso, Catolé do Rocha e São Bento, como também da Associação dos Municípios de Médio Piranhas (ASMEP) e do Consórcio dos Municípios do Médio Piranhas”, explica aquela liderança

O coordenador do projeto, o Pesquisador da Embrapa  Algodão Francisco José Correia Farias comenta que está bastante otimista com este trabalho e agradece a todos que colaboraram para a aprovação do mesmo, em especial ao gerente regional da EMPAER de Catolé do Rocha o extensionista Humberto Ferreira Cavalcante e do gerente da Unidade Operativa Local de Bom Sucesso, o extensionista Flaudemi José Félix de Sousa, pela contribuição na efetivação do contrato de cooperação técnico-científica entre a Embrapa e a APERSE. “Os nossos agradecimentos também para o Empresário o Sr. Armando Adonias Dantas Filho, proprietário da Redes Santa Luzia que apoiou o projeto desde do início e também agradecemos ao Presidente da EMPAER Dr. Nivaldo Moreno Magalhães e ao presidente da ASME e prefeito de Catolé do Rocha Dr. Lauro Adolfo Maia Serafim e ao presidente do Consórcio dos Municípios do Médico Piranhas e prefeito de São Bento, Dr. Jarques Lúcio por terem enviado ofício a EMBRAPA reforçando a importância desse Projeto para o TERRITÓRIO DO MÉDIO PIRANHAS”, explana Francisco Farias.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural /

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top