Entidades do Fórum da Cidadania Zona da Mata Sul se reúnem em Pedras de Fogo

As entidades de agricultores e segmentos em geral interessadas em discutir e executar ações do ‘Territórios da Cidadania’ estiveram reunidas na última segunda-feira(14) na cidade de Pedras de Fogo, Zona da Mata Sul paraibana.

Do evento participaram representações diversas cidades componentes daquela microrregião com o objetivo de reunir experiências e planejar investimentos através dos recursos destinados pelos ministérios envolvidos.

Stúdio Rural marcou presença e conversou com representações diversas a exemplo do deputado estadual do PT paraibano, Rodrigo Soares, que fala sobre o evento informando que os encontros estão acontecendo. Estamos aqui em Pedras de Fogo, essa semana já tivemos em Mamaguape e Rio Tinto onde reunimos também a Mata Norte e agora no dia 10 aconteceu o da Borborema, são evento importantes do Território esse espaço de construção da cidadania de definição de políticas públicas com a participação popular”, argumenta o parlamentar paraibano.

A prefeita da cidade de Pedras do Fogo, Maria Clarice Ribeiro Borba, recepcionou os participantes e falou com a equipe Stúdio Rural sobre a importância do evento acontecido naquela cidade, dizendo acreditar que com a participação de pessoas e entidades os municípios passarão por um crescimento já que a própria população decide onde deve ser aplicado os recurso na base do território. “É o caminho certo, eu acredito que é por aí que a gente vai chegar a um país desenvolvido com menos desigualdades e com mais justiça social”, complementa a executiva.

A agricultora familiar e presidente da Associação dos agricultores familiares do Assentamento Capim de Cheiro, município de Caaporã, Iolanda de Oliveira Monteiro, diz que as discussões nos territórios têm o papel de fazer com que os recursos sejam aplicados em ações da vontade da própria comunidade, evitando quaisquer desvios ou aplicações que não sejam de conhecimento das representações comunitárias. “Eu acho que foi uma forma que o governo encontrou para que a sociedade civil organizada acompanhe e fiscalize os recursos que ele encaminha para o município, porque muitas vezes é desviado facilmente pelos municípios e a gente não tem conhecimento”, relata a agricultora.

Para o representante da Emater da cidade de São Miguel de Taipu, José Ferreira Neto, o encontro é de fundamental importância, mas requer maior presença das organizações de governos, especialmente dos diversos ministérios do governo federal que em sua grande maioria não têm marcado presença aos eventos. “Era necessário em cada reunião dessa está representado todos os ministérios porque tem muitas perguntas e questões sem respostas’, argumenta o extensionista rural, acreditando que não está havendo uma sintonia por parte dos ministérios do governo federal.

O representante da Conab-PB esteve presente ao evento, disse que o papel da Conab é fazer uma exposição das atribuições da companhia enquanto órgão do governo com o Programa de Aquisição de Alimentos dentre outros Programas que são de interesse das famílias de agricultores e da sociedade em geral do território. Paulo Oliveira diz que a Conab está sempre presente em todos os encontros de todos os Territórios e diz que é papel dos órgão e ministérios do governo federal estar presentes para que a sociedade possa conhecer as atribuições de cada instituição.

Marenilson Batista de Silva é delegado federal do desenvolvimento agrário na Paraíba, acompanha os diversos encontros em todos os territórios e fala sobre o evento e sua importância. “Esse é um evento extremamente importante que faz parte dessa primeira fase de debate territorial, nós entendemos que estamos finalizando esse primeiro ciclo de debates, entendemos que foi extremamente positivo principalmente no fato das pessoas começarem a conhecer as políticas públicas, debater e propor que essas políticas aconteçam de fato nos seus municípios e, no território da Mata Sul nós entendemos que foi extremamente bom esse debate aqui em Pedras de Fogo”, conclui Marenilson.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top