Entidades realizam reunião técnica sobre zoneamento do caju na Serra do Teixeira

Entidades de agricultores da região do Teixeira estarão participando de uma reunião técnica sobre o zoneamento da cultura do caju na região Serra do Teixeira, médio Sertão paraibano, em reunião que acontecerá no dia 21 de novembro de 2008, no Auditório da Câmara de Vereadores de Água Branca/PB e que tem a frente a FETAG, Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba, Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável em parceria com a SEDAP/SAF, MDA, Emater, Conab, Banco do Nordeste, Banco do Brasil, Secretaria de Agricultura dos municípios envolvidos dentre outras.

Segundo o assessor técnico da Fetag, Ivanildo Pereira Dantas, a reunião envolverá entidades de agricultores das cidades de Princesa Isabel, Água Branca, Desterro, Imaculada, Juru, Maneira, Tavares, Maturéia, Cacimbas e São José de Princesa.

Ivanildo informou que a decisão de realizar a reunião deu-se a partir do Seminário do PRONAF realizado no último dia 17, na região de Princesa Isabel/PB e que contou com os representantes dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural, dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais e escritórios locais da Emater daquelas cidades, onde foi enviado ofício para a Fetag para que a mesma junto com os parceiros agendasse uma reunião técnica naquela região.

Pereira informou que a reunião tem como objetivo discutir e aprofundar sobre o zoneamento da cultura do caju, tendo em vista a região ter 1034 hectares da cultura implantada, com rendimento de 400 a 666 Kg/hectares e com uma contribuição de mais de R$ 500 mil reais no PIB paraibano, segundo dados do IBGE-CENSO AGROPECUÁRIO/2006 e que a mesma encontra-se fora do Zoneamento do MAPA – Ministério da Agricultura e Pecuária.

O evento terá início às 08 horas com apresentação dos participantes seguida com apresentação diagnóstico técnico da Cultura do Caju na região Serra do Teixeira, com temas evidenciados pelo técnico da Fetag, Ivanildo Pereira Dantas. Outro tema evidenciado trata da importância da Cultura nos Créditos do Pronaf a partir do Banco do Nordeste e Banco do Brasil, tema abordado pelo presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável, Antônio Carlos Ferreira de Melo.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top