Instituto distribui mais de um milhão de raquetes de palma resistente em 2014

O Instituto Nacional do Semiárido (Insa), Unidade de Pesquisa do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), por meio do Projeto de Revitalização da Cultura da Palma Forrageira, obteve excelentes resultados no ano de 2014, registrando à marca de 1 milhão e 100 mil raquetes de palma resistente à Cochonilha-do-Carmim distribuídas.

A informação é da assessoria daquele instituto em diálogo com Stúdio Rural e explicando que o projeto beneficiou mais de 2 mil famílias no estado da Paraíba além de ações no estados de Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí. “No decorrer do ano, o instituto realizou 11 Dias de Campo, ações em que seus pesquisadores compartilham conhecimentos com agricultores e produtores cadastrados e os orientam sobre melhores práticas de plantio e manejo das variedades de palma (Palma Doce, Baiana e Orelha de Elefante Mexicana)”, explica aquela assessoria argumentando que os Dias de Campo/distribuição de raquetes foram realizados em 11 dos 26 municípios onde o projeto está implantado no período da colheita.

Aquela assessoria explicou que cada município onde a colheita já foi realizada recebeu cerca de 100 mil raquetes de palma, que a distribuição foi feita entre agricultores e produtores rurais que atuam como multiplicadores das raquetes de palma resistentes e que a cada dia cresce o interesse e a procura por parte de Prefeituras e Secretarias de Agricultura de diversos estados do Semiárido brasileiro para implantar o projeto de pesquisa e multiplicação em suas localidades.Ao dialogar com nossa equipe aquela assessoria explicou que a meta é fazer a distribuição de mais de 1,5 milhões de raquetes até o final de 2015 contribuindo diretamente para a introdução das novas variedades e consolidando a cactácea como cultura nobre.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top