Mandioca e Fruticultura realiza treinamento para produtores de Minas Gerais

A Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical (Cruz das Almas – BA), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, realiza, de 26 a 30 de maio, um curso sobre produção, processamento e utilização da mandioca para 42 produtores rurais de Montes Claros (MG).

Segundo a assessora de comunicação daquela unidade, Léa Cunha, o treinamento começa com a palestra “Cadeia agroindustrial de mandioca (situação atual, perspectiva de mercado e limitações)”, e em seguida, na etapa sobre produção, as aulas serão sobre práticas culturais e sistemas de cultivo, melhoramento genético (variedades e pesquisa participativa), manejo e conservação do solo, Produção Integrada de Mandioca, pragas, doenças e ácaros, fertilidade do solo e nutrição mineral.

Ao contatar com Stúdio Rural, Cunha informou que no segmento da utilização da mandioca, os técnicos vão falar sobre a parte aérea (folhas e caules) na alimentação animal e os inúmeros usos da manipueira (o líquido tóxico originado da prensagem das raízes), na alimentação do gado e como herbicida, inseticida e adubo orgânico, por exemplo. “Sobre processamento, os pesquisadores vão falar sobre histórico da mandioca na alimentação humana e seus usos, aspectos de higiene e qualidade, extração de fécula, produção de beijus coloridos e uso da fécula no pão e em massas panificáveis”, complementa Léa Cunha.

A jornalista informou ainda que a mandioca é cultivada em todos os estados brasileiros, situando-se entre os nove primeiros produtos agrícolas em termos de área cultivada (cerca de 1,9 milhão de hectares) e o sexto em valor de produção. A Bahia é o maior consumidor de farinha, com mais de 24% da produção. “Organizado pela Área de Comunicação e Negócios para Transferência de Tecnologia da Embrapa, o curso acontece no Centro de Tecnologia em Mandioca (CTM) e tem o apoio do escritório do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em Montes Claros”, finaliza.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top