Organicidade do algodão em Sertânia-PE continua desafios na produção e produtividade

Famílias agricultoras no município de Sertânia, Sertão do Pajeú pernambucano, continuam o processo de cultivo do algodão orgânico nas dinâmicas dos sistemas agroalimentares em parceria e sintonia com as organizações da agricultura familiar dentre as quais a Diaconia.

Entrevistado no Programa Domingo Rural do último dia 18, o agricultor Bartolomeu Benigno dos Santos, residente no Sítio Cacimbinha de Sertânia, Assentamento Jacú, explicou que a ação no município de Sertânia acontece em sintonia com as entidades parceiras nos municípios de São José do Egito, Serra Talhada, Afogados da Ingazeira, dentre outros. “Temos bastante agricultores que plantaram, aqui mesmo na minha comunidade tem um grupo com oito famílias que plantou, mas temos São José do Egito que plantou, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada com bastante gente que plantou, é uma faixa de 100 famílias que plantou esse ano”, estima aquela liderança ao dialogar com nosso público Domingo Rural.

Bartolomeu explicou que os roçados com a diversificação de cultivos já estão em estágio bastante avançado levando a crer que, com os manejos orientados pelas entidades parceiras no projeto, a safra está garantida. “Já está safrejando, as chuvas foram meio poucas aqui no início, foi meio difícil, mas conseguimos plantar e o algodão já está começando a abrir e está muito bom o plantio, graças a Deus, não vai dar uma produção igual ao ano passado, mas vai dar uma produção boa também”, explica aquele pernambucano detalhando as estratégia de plantio com relação ao espaçamento do cultivo, as estratégias de trabalho para superar a Covid-19, dentre outras. Ele garante que a diversidade de cultivo e a soma dos conhecimentos representam o verdadeiro lucro da produção e da produtividade.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural /

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top