Organizações da sociedade civil lançam Observatório da Alimentação Escolar

Uma articulação entre organizações do campo da Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional e da Educação lançou no último dia 10, o Observatório da Alimentação Escolar (ÓAÊ).

A informação é da assessoria da ONG Sasop, com sede no município de Remanso, Sertão baiano, justificando que o objetivo do ÓAÊ é ampliar a escuta, as narrativas e o diálogo com estudantes e suas famílias, agricultoras e agricultores familiares, além de membros de conselhos que atuam com a Alimentação Escolar. “A ideia é mobilizar de forma permanente a sociedade para a defesa da Alimentação Escolar como um direito universal de todos/as estudantes da rede básica de ensino, a oferta de alimentação adequada e saudável, a garantia das compras públicas da agricultura familiar, e a participação social ativa e informada”, reforça.

O tema foi evidenciado no Programa Esperança no Campo do último dia 17 justificando que, conforme aquela assessoria, por meio do Observatório, pretende-se ampliar o debate público sobre o PNAE a partir da pesquisa, da organização de subsídios para a incidência política, e da valorização da voz dos/as estudantes, seus responsáveis, e agricultores/as familiares, com especial atenção à juventude e às populações negras. Ele passa a ser uma peça importante para fortalecer os espaços formais de participação como é o caso dos conselhos de alimentação escolar (CAEs), de segurança alimentar e nutricional (Conseas) e de educação (CEs), mas sobretudo o engajamento da juventude em cada escola pública do nosso país. “Seu comitê gestor é formado pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação (Campanha), pelo FBSSAN, MST e a ActionAid com o apoio da Rede de Mulheres Negras para a Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional”, acrescenta.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural / Sasop

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top