Programa Universo Rural evidencia avicultura alternativa de Lagoa de Roça e região

A criação de avicultura alternativa, também denominada de galinha caipira no Município de São Sebastião de Lagoa de Roça e região foi tema do Programa Universo Rural da Rádio Bonsucesso de Pomba AM 1180 kHz da última quarta-feira(06/02) a partir de entrevista com o presidente da Associação dos Produtores de Avicultura Alternativa do Agreste da Borborema, Robson Pereira de Oliveira(foto) que falou sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido junto aos produtores da região. “Um dos principais fatores que contribuem para que a avicultura seja desenvolvida aqui no Território da Borborema é a questão fundiária, uma vaca necessita de um hectare de terra para a sobrevivência dela no pasto, você com 500 metros quadrados cria 500 galinhas, no Cariri, no Sertão são glebas de terras muito grades onde aqui na região do Brejo um agricultor, um produtor rural que tem cinco hectare já se considera um dos maiores proprietários de terras”, explica dizendo que essa particularidade representa um dos pontos que tem levado as famílias agricultores se interessarem pela modalidade da criação.

Robson explicou que atualmente, em Lagoa de Roça, são cerca de 56 famílias envolvidas no processo produtivo além dos empreendedores dos municípios vizinhos onde têm diversos produtores envolvidos num sistema cooperado o que fez com que o Projeto Cooperar se interessasse em financiar um abatedouro que passará a agregar valor ao produto com a adequação as exigências sanitárias e melhor aceitação dos diversos mercados. “Agora no mês de abril já estaremos inaugurando, já estamos discutindo junto ás secretarias de educação a nível municipal, e nível estadual, também com os programas Fome Zero nos municípios através do PAA da Conab com doação simultânea e também com as redes de supermercados”, explica dizendo que os produtores já estão ofertando carne e ovos para esses amplos mercados.

Ele lembrou que a atividade já representa um instrumento gerador de trabalho e renda e diz que já são muitos outros agricultores que estão se interessando em si introduzir na atividade e disse que a atividade tem feito com que muitos recorram ao crédito como forma de se antecipar para essa nova realidade que a microrregião está vivendo. “Inclusive o crédito foi quem deu o maior impulso, o maior impulso hoje para que a avicultura esteja desenvolvida foi o crédito e logo em seguida o Programa de Aquisição de Alimentos através da Conab, nós começamos como associação em 2006 onde fundamos a associação e a partir dali nós já começamos a formar as nossas parcerias com as instituições financeiras e tanto no Banco do Nordeste quanto o Banco do Brasil nós temos um Pronaf aqui no Território da Borborema que é muito importante que é o Pronaf semiárido”.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Universo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top