Regularização fundiária em Lagoa Seca é tema trabalhado em sindicato dos trabalhadores rurais

Nesta segunda-feira, às 9h, o Sindicato de Trabalhadores Rurais de Lagoa Seca promoverá em sua sede, um encontro para esclarecer aos agricultores, sobre o Programa de Regularização Fundiária que será implantado no município.

A informação é da assessora de comunicação da AS-PTA, Áurea Olímpia, justificando que o Projeto de Regularização Fundiária será desenvolvido por meio do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) em parceria com o Instituto de Terras e Planejamento Agrícola da Paraíba (Interpa), que se encarregará da execução do projeto no estado.

Ela lembrou que Lagoa Seca será o primeiro município na Paraíba a ser beneficiado, por ser o município com maior concentração de minifúndios no estado, 95 % das propriedades medem entre 0 a 10 hectares. “O município também tem uma grande concentração de pessoas na zona rural, cerca de dois terços da população. A estimativa é que em torno de 70% de todas as terras são devolutas ou irregulares, ou seja, sem documentação alguma”, explica Olímpia ao dialogar com Stúdio Rural.

Aquela assessora acrescentou que, na opinião de do componente da diretoria daquele sindicato, Nelson Anacleto(foto), essa é uma luta antiga do sindicato e representa um sonho que se realiza quando será possível a regularização de todas as propriedades rurais do município, quando os agricultores posseiros, herdeiros, proprietários de terras devolutas e sem documento legal, terão a oportunidade de receber o título de propriedade e, consequentemente a escritura pública, gratuitamente.

Olímpia informou que estará presentes a delegada federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário na Paraíba, Giucélia Figueiredo, que fará o lançamento do programa para os agricultores de Lagoa Seca; o presidente do INTERPA na Paraíba, Nivaldo Magalhães, o secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e da Pesca, Marenilson Batista e o superintendente do INCRA na Paraíba, Lenildo Morais.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top