Serra Branca sedia seminário sobre processos de industrialização no semiárido

A Fundação de Apoio a Biotecnologia e Inovação Tecnológica em Saúde realizará nesta sexta-feira, 27 de julho, no Ginásio de Esporte do município de Serra Branca-PB, o Seminário Modelo de Industrialização do Semiárido “Potencialidades Tecnológicas e Econômicas da Flora e Fauna do Cariri Paraibano”.

Segundo informações do assessor de comunicação do Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido (CDSA/UFCG), Rosenato Barreto, o evento tem apoio daquele centro universitário que estará sendo representado pela professora Alecksandra Vieira de Lacerda, palestrante do tema “Ecologia da Flora e Fauna do Cariri”.

Barreto informou que o seminário propõe a discussão sobre um modelo de industrialização do semiárido no aproveitamento da flora e da fauna para a produção de matérias primas farmacêuticas destinadas a produção de medicamentos, cosméticos e alimentos que contribuirá para o desenvolvimento sustentável do semiárido brasileiro e na redução de importação de muitas das matérias primas farmacêuticas com finalidades semelhantes.

Ao dialogar com Stúdio Rural aquele assessor informou que o evento terá duas rodadas de discussão, sendo a primeira de ordem organizativa e política de propostas e programas de industrialização do semiárido (na parte da manhã) e uma segunda rodada que trata das potencialidades técnicas e econômicas da flora e fauna do semiárido. “Paralelamente será organizada uma exposição de produtos já em andamento pelas empresas de base tecnológica que estão se implantando no município de Serra Branca associadas à Fundação”, reforça Barreto.

Programação
08:00 horas – Credenciamento
08:30 horas – Abertura do Evento
Modelo de Industrialização do Semiárido: O Papel da FUNBITS na Industrialização do Semiárido;
Proposta da Biofábrica do CDSA / UFCG para a Flora do Cariri Paraibano;
Programas do SEBRAE-PB para o Apoio a Industrialização do Semiárido;
A Visão da FIEP; Políticas do Estado da Paraíba para a Industrialização do Semiárido (CINEP, AGEVISA, SUDEMA, Secretaria de Agricultura, Secretaria de Indústria e Comércio, Secretaria de Infraestrutura);
Políticas do Brasil para a Industrialização do Semiárido (Ministério da Ciência e Tecnologia, Ministério da Saúde, Ministério da Indústria e Comércio, Ministério do Desenvolvimento Agrário, Ministério do Meio Ambiente, Ministério da Agricultura);
Discussão Plenária
Moderador: Deputado Francisco de Assis Quintans
Sistematização de documento da plenária
12:00 horas – Intervalo para o Almoço
14:00 horas – Mesa Redonda: Potencialidades Tecnológicas e Econômicas da Flora e Fauna do Cariri Paraibano
Debatedores e Palestras
Ecologia da Flora e Fauna do Cariri – Paraibano – Professora Dra. Alecksandra Vieira -CDSA/UFCG
Biotecnologia da Flora e Fauna do Cariri Paraibano para Obtenção de Peptídeos Biologicamente Ativos – Prof. Dr. Carlos Bloch – Embrapa/Cenargen
Tecnologias Analíticas e de Produção de Drogas Vegetais Biologicamente Ativas da Flora do Cariri Paraibano – Prof. Dr. Rui Oliveira Macêdo – CCS / UFPB
Tecnologias Analíticas para Padronização de Extratos Biológicos de Caprinos e Ovinos do Cariri Paraibana – Prof. Dr. Sérgio Luiz Dalmora – CCS / UFSM
Tecnologias Analíticas e de Produção de Própolis do Semiárido – Prof. Dr. Ticiano Gomes do Nascimento – UFAL

Fonte: Stúdio Rural / Programa Universo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top