Conab anuncia novo sistema de pesquisa de preços recebidos pelo agricultor familiar

Um novo sistema de levantamento de preços recebidos por agricultores familiares está sendo elaborado por técnicos da Conab, com previsão de encerramento em setembro.

O anúncio foi feito pela companhia e compartilhado pelo assessor daquele órgão, Raimundo Estevam, ao contatar com Stúdio Rural justificando que a proposta é utilizar os preços praticados por produtores nas áreas que recebem financiamento do Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) e não os dos centros de comercialização da agricultura empresarial, como vem ocorrendo.

Ele informou que para a Superintendência de Gestão da Oferta (Sugof), o processo de levantamento deve retratar preços ágeis e com informações que reflitam a realidade do mercado já que são produtos perecíveis e têm um ciclo de produção e colheita muito rápido, sujeito a mudanças climáticas. “Com o novo processo, será utilizado, por exemplo, o preço pago por um litro de leite na porta da fazenda e não o que é recebido pelos grandes laticínios”, relata Estevam.

Aquele assessor informou que cerca de 40 produtos que integram o Programa de Garantia da Agricultura Familiar (PGPAF), como milho, arroz, feijão, farinha de mandioca e os extrativistas castanha-do-brasil, pequi, babaçu e açaí dos principais municípios produtores vão ser pesquisados e que os novos valores serão utilizados, pela Companhia, como referência para cálculo de bônus do programa e de outros.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top