Cultura do Umbu representa longevidade e fácil reprodução

A cultura do umbu, aparentemente de pouca capacidade reprodutiva no entender de muitos camponeses, é tida por pesquisadores e agricultores experimentadores como cultura de fácil capacidade reprodutiva.

Segundo o pesquisador da Embrapa Semi-árido, Nilton de Brito Cavalcanti, em entrevista ao Programa Domingo Rural, a cultura é de fácil reprodução quando utilizado algumas técnicas de condução desde a semente até o plantio. Segundo ele, a primeira coisa que o agricultor e sua família deve fazer é catar as sementes nos currais dos caprinos no período da safra, evitando o ataque de pragas que consomem a polpa do caroço semente. “Feito isto, a semente está pronta para ser plantada em canteiros ou sacos plásticos, pois a semente já recebeu do organismo do caprino a quantidade de Nitrogênio necessária para uma boa reprodução”, informou.

Ele informou, ainda, que quando a semente(caroço) do umbu for catada debaixo da planta mãe ou chupada pelas pessoas e ou animais, é necessário receber alguns cuidados antes de ser plantada, pois do contrário não haverá brotação da semente (nascimento da semente). Para tanto, o agricultor deve colocar num balde, metade de água, metade de esterco de animais, coar na peneira e em seguida colocar as sementes na água deixando por um período de 24 horas, para que as mesmas retenham a quantidade de Nitrogênio necessária.

O pesquisador assegurou aos ouvintes Domingo Rural que utilizando essas técnicas, o agricultor terá uma germinação de 80% no aproveitamento das sementes.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top