Embrapa Petrolina realiza workshop sobre consórcio do guandu, sorgo e milheto

A Embrapa Semi-árido em Petrolina-PE e a Universidade da Filadélfia (EUA) vão realizar no próximo dia 09 um workshop evidenciando tecnologias adaptáveis a região semi-árida com o título “Alternativas tecnológicas para a convivência com o semi-árido – O uso do guandu na agricultura familiar”.

Segundo informações do assessor daquela casa de pesquisas, Marcelino Ribeiro, o evento é organizado para as duas instituições apresentarem para pequenos agricultores, técnicos de organizações públicas e de não governamentais, e estudantes de curso de mestrado, resultados de pesquisa voltados, de modo especial, para as vantagens de cultivo consorciado de guandu, sorgo e milheto nas áreas dependentes de chuva.

A pesquisa está sendo trabalhada pelo pesquisador daquela casa, o engenheiro agrônomo Francisco Pinheiro de Araújo, explicando que as duas espécies não são desconhecidas dos produtores nordestinos, embora seus plantios não ocorram com tanta freqüência pelas roças do sertão. O pesquisador lembra que, quando existem, o comum é o cultivo em áreas separadas, apontando resultados para o fato de que o plantio conjunto das duas no mesmo local é uma forma de reunir as boas características que possuem e aumentar a eficiência do uso da terra.

O jornalista informa que a pesquisa mostra que o guandu e o sorgo são culturas tidas como de multiuso e que a depender da variedade cultivada podem ter qualidades alimentares para as famílias de agricultores ou forrageiras para os rebanhos. “Segundo Pinheiro, o evento a ser realizado no dia 9 de janeiro, além de palestras vai demonstrar o consórcio entre um tipo de guandu próprio para o consumo humano e outro de sorgo com grande potencial para a produção forrageira”, explica.

Ribeiro informa que o workshop vai acontecer no auditória da Embrapa Semi-Árido a partir das 8:00 horas, que a programação técnica consta de duas palestras sobre Tecnologias apropriadas para o semi-árido e Uso do guandu na agricultura familiar proferidas por Francisco Pinheiro e a professora Rosa Guedes da Universidade da Filadélfia, respectivamente e que também vai acontecer uma visita à área onde encontram-se as tecnologias apresentadas no evento.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural
Foto : Marcelino Ribeiro

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top