Embrapa realiza Simpósio para discutir conservação e uso de recursos genéticos

A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, promoverá no período de 25 a 28 de novembro, no Hotel Nacional, em Brasília, o II Simpósio Brasileiro de Recursos Genéticos. O evento reunirá cerca de 500 profissionais das áreas de recursos genéticos vegetais, animais e de microrganismos com o objetivo de discutir a situação atual, os avanços e as perspectivas na conservação e uso de recursos genéticos no país.

A informação foi repassada pela assessora da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Fernanda Diniz, justificando que recurso genético é a parte da biodiversidade que apresenta valor real ou potencial para a humanidade e que o Brasil é privilegiado em relação a esses recursos, já que a sua biodiversidade compreende 20% de todas as espécies de plantas, animais e microrganismos do planeta, o que representa o maior patrimônio biológico do mundo.

Ela informou que na opinião do pesquisador da daquela unidade de pesquisas, Marcos Gimenes, que também é um dos organizadores do Simpósio, esses profissionais se encontram dispersos em diferentes instituições e sociedades científicas, o que dificulta a interação entre eles, dizendo acreditar que essas atividades são realizadas por um conjunto de profissionais das mais diversas formações, uma vez que o tema recursos genéticos é bastante abrangente pela sua complexidade e multidisciplinaridade.

A Embrapa desenvolve ações de conservação e uso de recursos genéticos vegetais, animais e de microrganismos desde a década de 70 e hoje possui o maior banco genético vegetal do Brasil, com mais de 100 mil amostras de aproximadamente 400 espécies de importância sócio-econômica conservadas a 20ºC abaixo de zero.

Diniz informou ainda que aquela unidade também gerencia um sistema nacional de curadoria de recursos genéticos, o qual está ligado com mais de 235 bancos de germoplasma, onde mais de 250.000 amostras de plantas, animais e microorganismos são conservadas. “A importância desses bancos ultrapassou fronteiras e levou à assinatura de um acordo de cooperação, em julho deste ano, entre a Embrapa e o Real Ministério de Agricultura e Alimentação da Noruega que garante o depósito de sementes da Empresa no Banco Global de Sementes de Svalbard, situado na cidade de Longyearbyen”, esclarece Diniz, acrescentando que informações podem ser acessadas pelo e-mail: [email protected] ou ainda pelo telefone: (61)3448-4656.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top